Cidades

Mototaxista confessa assassinato de ex-companheira e é condenado a 25 anos de prisão

Em | Da Redação

Atualizado em

O mototaxista Ivanildo Manoel da Silva Júnior, acusado de assassinar a ex-companheira Vitória Almeida Lima, de 25 anos, a facadas, foi condenado a 25 anos de prisão nessa quinta-feira (3). O crime aconteceu na cidade de Limoeiro, no Agreste Pernambucano, em setembro de 2021.

A sessão foi realizada na Vara Criminal de Limoeiro, com início às 8h30 e término às 20h. Foi presidida pelo juiz Danilo Felix de Azevedo. 

No processo, foram ouvidas quatro testemunhas de acusação, listadas pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e três de defesa. Através de uma nota oficial, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) informou que no fim da sessão houve um interrogatório do réu, que confessou o feminicídio.

Ivanildo já estava em prisão preventiva após se entregar para a polícia em outubro de 2021. Foi condenado por homicídio triplamente qualificado e cumprirá a pena de 25 anos na Penitenciária Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro. 

O Crime
O feminicídio ocorreu no dia 18 de setembro de 2021, em um bar no bairro da Cohab Velha. Vitória Almeida, recém formada em assistência social, tinha se separado do acusado três meses antes do ocorrido. Inconformado com a separação, Ivanildo se dirigiu a um bar onde a vítima estava com amigos e familiares e cometeu o crime

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads