Entretenimento Pernambuco

São João em cidades pernambucanas é cancelado e shows do fim de semana ganham novas datas

Em | Da Redação

Atualizado em

São João em cidades pernambucanas é cancelado e shows do fim de semana ganham novas datas
As chuvas fortes que assolam a cidade de Recife, Região Metropolitana e Mata Norte de Pernambuco causaram o cancelamento do São João e o adiamento de shows e espetáculos teatrais nas cidades de Paudalho e Vicência

As chuvas fortes que assolam a cidade de Recife, Região Metropolitana e Mata Norte de Pernambuco causaram o cancelamento do São João e o adiamento de shows e espetáculos teatrais nas cidades de Paudalho e Vicência.

No Recife o São João também foi cancelado e, segundo nota, os recursos para os festejos serão redirecionados às vítimas das chuvas na cidade. O mesmo ocorre com os festejos juninos de Paudalho e Vicência.

Algumas produções marcaram novas datas para as apresentações, outras ainda não divulgaram quando serão realizados os eventos. Entre os shows, destaque para o cancelamento da segunda noite da turnê “Meu Coco”, de Caetano Veloso, inicialmente marcada para o último sábado (28).
O artista baiano chegou a se apresentar na sexta-feira (26), apesar das fortes chuvas que já assolavam o Recife e Região Metropolitana.

De acordo com a produção, a Estandarte Eventos, uma nova data do show será informada e os ingressos adquiridos para o sábado seguem válidos, sem necessidade de troca.

As apresentações da Orquestra Petrobrás Sinfônica marcada para o último sábado (28), na Concha Acústica Paulo Freire (UFPE), foram canceladas e sem data prevista para realização.
As chuvas também causaram o adiamento do show que o grupo Casoando faria neste domingo (29), na Várzea, Zona Oeste do Recife.

Já o espetáculo “Os 3 Super Porquinhos”, inicialmente previsto para o último sábado (28), foi remarcado para o dia 10 de julho.

Volume de chuvas dos últimos dias causou danos às cidades e os eventos precisaram ser remarcados

CHUVAS – Vídeos e fotos compartilhados nas redes sociais mostram o drama vivido pela população, em Pernambuco, por causa das chuvas nos últimos dias. O número de mortes subiu para 84, segundo os dados oficiais. A situação fez o Governo de Pernambuco decretar situação de emergência na noite deste domingo (29).

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), órgão federal ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, emitiu um boletim geo-hidrológico na última quarta-feira (25) em que alertou para o “risco alto” de chuvas intensas e de deslizamentos na região metropolitana do Recife.

No entanto, a prefeitura da capital pernambucana só acionou o plano de contingência na sexta-feira (27), quando a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um outro comunicado informando a previsão de chuva intensa para o final de semana.

Mais de 80 pessoas já morreram. Por conta dos transtornos causados pelas chuvas, 14 municípios, incluindo a capital, Recife, decretaram situação de emergência. Segundo Câmara, R$ 100 milhões em recursos foram liberados para os municípios afetados pela chuva.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads