Brasil

Programa de passagem a R$ 200 não terá limite de renda, diz França

Programa de passagem a R$ 200 não terá limite de renda, diz França

Em | Da Redação

Atualizado em

Programa de passagem a R$ 200 não terá limite de renda, diz França
Programa de passagem a R$ 200 não terá limite de renda, diz França

O ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França , disse nesta quinta-feira (29) que o programa Voa Brasil, de descontos em passagens aéreas, não terá limite de renda. A declaração foi dada ao jornal O Globo.

A única exigência para ter acesso às passagens por R$ 200 será não ter voado nos últimos 12 meses.

França também afirmou que aposentados do INSS e funcionários públicos poderão acessar crédito consignado nos bancos públicos. Será permitido comprar quatro trechos por ano, no total de R$ 800.

“Qualquer pessoa que não tenha voado há 12 meses poderá se beneficiar. Aposentado e servidor público devem ter crédito consignado pelos bancos oficiais. Poderão comprar quatro passagens por ano no valor de até R$ 800”, disse o ministro ao Globo.
O ministro disse que as companhias aéreas já aceitaram reduzir o preço dos bilhetes nos períodos de baixa procura: entre março e junho e agosto e novembro.

O governo prevê lançar um aplicativo em agosto que permitirá a compra das passagens. O usuário irá acessar pelo CPF e, automaticamente, o sistema dirá se estão aptos a adquirir a passagem.

O valor de até R$ 200 valerá para um trecho e o usuário poderá escolher apenas passagem de ida ou ida e volta por empresas diferentes.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads