Política

Pesquisa Quaest na Bahia mostra Lula com 62% e Bolsonaro com 19%

Em | Da Redação

Atualizado em

Pesquisa Quaest na Bahia mostra Lula com 62% e Bolsonaro com 19%

Em simulação de segundo turno da Quaest, petista lidera por 53% a 34% contra atual presidente

Pesquisa Quaest/Genial divulgada nesta sexta-feira (15) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue com larga vantagem sobre Jair Bolsonaro (PL) no estado. O petista tem 62% contra 19% do atual presidente.

Os demais candidatos empatam tecnicamente levando em conta a margem de erro de 2,9 pontos percentuais para mais ou para menos. Ciro Gomes (PDT), aparece com 5%; André Janones (Avante), tem 2%. Simone Tebet (MDB) e Vera Lúcia (PSTU) marcam 1% cada. Luciano Bivar (União Brasil), Sofia Manzano (PCB) e Eymael (DC) não pontuaram.

A 80 dias das eleições, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) pontuou 61% e o segundo colocado, o petista Jerônimo Rodrigues, chegou a 11% das intenções de voto na pesquisa. Apoiado por Jair Bolsonaro, João Roma (PL) aparece com 6%, Kleber Rosa (PSOL) tem 1% e Giovani Damico (PCB) não pontuou.

Na corrida para o Senado, a pesquisa aponta Otto Alencar (PSD) como favorito com 32% das intenções de voto. Na sequência, vem Cacá Leão (Progressistas), com 10%; Raíssa Soares (PL) e Marcelo Nilo (Republicanos), ambos com 6%; e Tamara Azevedo (PSOL), aparece com 4%.

A pesquisa contou com 1.140 entrevistas pessoais, domiciliares e presenciais realizadas entre os dias 9 e 12 de julho. A margem de erro é de 2,9 pontos percentuais para mais ou para menos e o levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com os números BA-05185/2022 e BR-03146/2022.

Pesquisa anterior da Quaest na Bahia 

No último levantamento da Quaest, divulgado em 18 de maio também sob encomenda da corretora Genial Investimentos, o ex-presidente Lula tinha 63% dos votos em território baiano, o que representaria 70% dos votos válidos, descontados brancos e nulos. Jair Bolsonaro aparecia na segunda colocação, com 17%, seguido de Ciro Gomes (5%), João Doria (2%), André Janones (2%) e Simone Tebet (1%). Os demais candidatos não haviam sido lembrados, com brancos e nulos chegando a 7% e indecisos, a 3%.

Em relação à eleição para o governo da Bahia, em maio ACM Neto tinha liderança por ampla margem, chegando a 67% das intenções de voto. Na sequência, apareciam Jerônimo Rodrigues, com 6%; João Roma, com 5%; Kleber Rosa, 1%, e Giovani Damico (PCB) não pontuava.

Os que diziam votar em branco, nulo ou que deixariam de votar representavam 12%. Os indecisos eram 8%.

Deixe sua opinião