Logo Metrópoles
Brasil

PCC: Promotor que pediu transferência de Marcola era um dos alvos do grupo criminoso

Em | Da Redação com informações de Metrópoles

Atualizado em

PCC: Promotor que pediu transferência de Marcola era um dos alvos do grupo criminoso

As investigações da Polícia Federal apontaram que integrantes da  facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) tinham planos de sequestrar e assassinar o senador Sérgio Moro, além da esposa e do filho dele.

Segundo o portal Metrópoles, outro alvo do PCC era o promotor de Justiça Lincoln Gakiya. O inquérito policial identificou que a facção criminosa planejou o crime após o promotor pedir à Justiça a transferência de Marcola de São Paulo para um presídio federal, em 2018.

Marcola é o líder do PCC e um dos homens mais perigosos do País. Em 2019, ele foi transferido para a Penitenciária Federal de Brasília.

OPERAÇÃO DA PF CONTRA GRUPO QUE IRIA MATAR SÉRGIO MORO; ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Uma operação da Polícia Federal (PF), deflagrada nesta quarta-feira (22), está cumprindo mandados de prisão contra integrantes do PCC.

A Polícia Federal divulgou que a operação batizada de “Sequaz” tenta cumprir 11 mandados de prisão – sete preventivas e quatro temporárias – em Mato Grosso do Sul, Rondônia, São Paulo e Paraná. Além disso, o efetivo vasculha 24 endereços ligados a investigados.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, comentou a operação nas redes sociais:

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads