Brasil

PF faz operação contra facção que planejava matar Sergio Moro

Em | Da Redação

Atualizado em

PF faz operação contra facção que planejava matar Sergio Moro
Sergio Moro durante audiência na Comissão de Constituição e Justiça do Senado em 2019 — Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

 

A Polícia Federal (PF) identificou e desarticulou um grupo de criminosos que pretendia realizar ataques contra autoridades políticas, entre elas o ex-juiz da Lava Jato e atual senador, Sérgio Moro (UB).

A localização do grupo ocorreu na manhã desta quarta-feira (22), durante operação denominada Sequaz. Estão sendo cumpridos 24 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão preventiva e quatro mandados de prisão temporária em Mato Grosso do Sul, Rondônia, São Paulo e Paraná.

Segundo informações da Folha de São Paulo, o plano do grupo era atacar as autoridades de forma simultânea em São Paulo e no Paraná.

Em nota, a PF disse que o grupo “pretendia realizar ataques contra servidores públicos e autoridades, incluindo homicídios e extorsão mediante sequestro, em pelo menos cinco unidades da federação”.

No Twitter, Moro comentou o ocorrido e prometeu um pronunciamento sobre o caso durante sessão no Senado. “Sobre os planos de retaliação do PCC contra minha pessoa, minha família e outros agentes públicos, farei um pronunciamento à tarde na tribuna do senado. Por ora, agradeço a PF, PM/PR, Polícias legislativas do Senado e da Câmara, PM/SP, MPE/SP, e aos seus dirigentes pelo apoio e trabalho realizado”, disse Moro pela manhã em suas redes socias.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads