Brasil

Foram abertas as incrições para receber novo Bolsa Família a partir de março

Em | Da Redação

Atualizado em

Foram abertas as incrições para receber novo Bolsa Família a partir de março
(Foto: Reprodução)

 

No final deste mês se inicia uma nova rodada de pagamentos do Bolsa Família, desta vez, com a intitulação e estrutura oficiais conforme o desejo do Governo Federal. O programa que já é bastante conhecido entre a população de baixa renda, ganhou uma nova versão.

Embora o nome Bolsa Família tenha sido fomentado nos últimos meses como uma espécie de campanha de pré-lançamento, o programa ainda não havia sido formalizado. Inclusive, um anúncio oficial será feito pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na quinta-feira, 2.

O primeiro ato de Lula logo que tomou posse do cargo no dia 1º de janeiro de 2023 foi a fixação da parcela do Bolsa Família no valor de R$ 600. Este é o valor mínimo que um segurado pode receber através desta transferência de renda.

Desde então, o petista se empenhou na reformulação do programa, para que ele pudesse retornar oficialmente à ativa no mês de março. Desta forma, tem estruturado alguns benefícios extras dentro do Bolsa Família, como um bônus para crianças e outro para adolescentes.

No primeiro caso, o Governo Lula promete pagar um bônus de R$ 150 para até duas crianças na faixa etária de zero a seis anos que façam parte de famílias beneficiárias do programa. Se tratando dos adolescentes, deve ser oferecido um extra de R$ 50 para jovens com idade entre seis e 18 anos.

A família que, por acaso, possuir a composição mencionada acima, terá a chance de receber entre R$ 50 e R$ 350 somente de bônus, sem mencionar a parcela fixa. Desta forma a mensalidade do Bolsa Família pode chegar a R$ 950 em determinadas ocasiões.

Como se inscrever para o Bolsa Família em março

O CadÚnico é um banco de dados que reúne informações da população de baixa renda do Brasil e já está disponível em formato digital através de site ou aplicativo. Para ser incluído no Bolsa Família em 2023 é essencial estar registrado no sistema com os dados atualizados e ativos.

A família que deseja se inscrever no CadÚnico deve apresentar uma renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, ou seja, R$ 606,00 ou três salários mínimos como renda familiar, R$ 3.636,00.

Se o grupo familiar se enquadrar nas condições solicitadas, basta procurar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo, situado no município em que reside. Vale ressaltar que é bastante comum ter mais de uma unidade espalhada pela cidade, com o objetivo de atender melhor cada região.

Para se inscrever no CadÚnico é preciso:

Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.

Para o responsável pela família, de preferência uma mulher, é necessário o CPF ou Título de Eleitor.
Exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo. Não precisa ser o CPF ou o Título de Eleitor.

Além do mais, é essencial apresentar pelo menos um dos documentos a seguir de todos os membros da família: 

  • Certidão de Nascimento;
    Certidão de Casamento;
    CPF;
    Carteira de Identidade (RG);
    Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
    Carteira de Trabalho;
    Título de Eleitor;
    Comprovante de residência atual.

Calendário do Bolsa Família de março

NIS final 1 – 20 de março;
NIS final 2 – 21 de março;
NIS final 3 – 22 de março;
NIS final 4 – 23 de março;
NIS final 5 – 24 de março;
NIS final 6 – 27 de março;
NIS final 7 – 28 de março;
NIS final 8 – 29 de março;
NIS final 9 – 30 de março;
NIS final 0 – 31 de março.

Fonte FDR

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads