Logo Agência O Globo
Brasil

Criminosos dispararam 33 vezes com pistolas 9mm para executar médicos em quiosque

Em | Da Redação com informações de Agência O Globo

Atualizado em

Criminosos dispararam 33 vezes com pistolas 9mm para executar médicos em quiosque

Criminosos que executaram três médicos na madrugada desta quinta-feira (5) dispararam pelo menos 33 vezes contra grupo. Segundo informações preliminares, eles usaram armas do tipo pistola, de 9 mm. O vídeo que mostra a ação mostra pelo menos três homens armados saindo de um carro preto e realizando os disparos contra o estabelecimento, que fica na Avenida Lúcio Costa. O ataque levou cerca de 20 segundos.

Como aconteceu o ataque?
Por volta de 00h59, um carro branco para em frente ao estabelecimento e três bandidos armados descem do veículo atirando em direção às vítimas. Com os disparos, dois homens que faziam um lanche conseguem correr. Já quase em direção ao carro para fugir, o trio retorna e faz mais disparos contra as vítimas caídas no chão. Em seguida, eles entram no carro e fogem.

O que diz a polícia sobre ataque a médicos?
De acordo com a PM, os policiais fizeram buscas na região, mas não conseguiram localizar os suspeitos. O policiamento foi reforçado na região.

Quem eram as vítimas?
As vítimas eram médicos de São Paulo, que estavam no Rio para um congresso. Marcos de Andrade Corsato, de 63 anos, e Perseu Ribeiro Almeida, de 33, teriam morrido ainda no local. Diego Ralf Bonfim, de 35, que é irmão da deputada federal Sâmia Bonfim (PSOL) chegou a ser socorrido. Outro homem, identificado como Daniel Sonnewend Proença, também foi ferido e levado para o Hospital Lourenço Jorge, também na Barra.

Irmão da deputada Sâmia Bomfim está entre as vítimas
Diego Ralf Bomfim, de 35 ano, era irmão da deputada Sâmia Bomfim, do PSOL (SP). Ele chegou a ser levado para o Hospital Lourenço Jorge, mas não resistiu aos ferimentos.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads