Logo Folha de São Paulo
Brasil

Caixa vai financiar imóveis de até R$ 350 mil pelo Minha Casa, Minha Vida a partir de 7 de julho

Novo limite para usar o FGTS atenderá a famílias com renda de até R$ 8.000

Em | Da Redação com informações de Folha de São Paulo

Atualizado em

Caixa vai financiar imóveis de até R$ 350 mil pelo Minha Casa, Minha Vida a partir de 7 de julho
Novo limite para usar o FGTS atenderá a famílias com renda de até R$ 8.000

A Caixa anunciou nesta quarta-feira (28) a liberação de financiamento para imóveis de até R$ 350 mil a partir de 7 de julho, quando irá implantar as medidas do novo Minha Casa, Minha Vida.

Este novo limite para financiamentos com recursos do FGTS (fundo de garantia) atende à faixa 3 do programa habitacional, destinado a famílias com renda de até R$ 8.000. Antes, o teto para esta faixa era de R$ 264 mil.

O subsídio para complementação da compra do imóvel pelo Minha Casa, Minha Vida também aumentou: de R$ 47,5 mil para R$ 55 mil. O valor é definido de acordo com fatores populacionais, sociais e de renda.

Maria Rita Serrano, presidente do banco federal, afirma que as contratações com as novas condições do
Minha Casa, Minha Vida estarão disponíveis nas agências do banco e também nos correspondentes da Caixa em todo país.

Para famílias das Faixas 1 e 2, com renda de até R$ 4.400, o limite do valor do imóvel passa a variar entre R$ 190 mil e R$ 264 mil, a depender da localidade

A nova versão do programa, que foi relançado em fevereiro, aumentou o limite de renda para a família poder acessar o financiamento habitacional.

A faixa 1 é voltada para famílias com renda bruta mensal de até dois salários mínimos, o equivalente a R$ 2.640. As regras estabelecem ainda que a faixa 2 atende famílias com renda de de R$ 2.640,01 a R$ 4.400; e a faixa 3, famílias que recebem todos os meses de R$ 4.400,01 a R$ 8.000.

Dentro das novas condições, está a redução em 0,25 p.p. das taxas de juros oferecidas para famílias com renda de até R$ 2.000. Nas regiões Norte e Nordeste, passou de 4,25% para 4% a.a. e, nas demais regiões, de 4,50% para 4,25% a.a.Segundo integrantes do governo, a medida visa ajustar o programa habitacional para o perfil das famílias que passaram a entrar na nova versão do Minha Casa, Minha Vida, além da necessidade para acomodar o aumento dos custos da construção civil.

A Caixa oferece simulações e comparativo de taxas de suas linhas de financiamento por meio do seu site ou o Aplicativo Habitação Caixa, disponível gratuitamente para os sistemas operacionais Android e iOS.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads