Nos siga nas redes sociais

Brasil

Variante Delta é muito perigosa para quem não foi vacinado, alerta CDC

Publicado em

às

Custo adicional será de R$ 9,492 para cada 100 kilowatts-hora consumidos

A queda diária no número de casos e mortes relacionados à Covid-19 no Brasil tem gerado um sentimento de esperança em grande parte da população, que sonha, por exemplo, com um fim de ano bem diferente do que foi o de 2020, com medidas mais flexíveis devido à promessa de vacinar todos os brasileiros acima de 18 anos até o fim de dezembro.

Documento divulgado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos EUA, alertou, no entanto, que a variante Delta pode ser um grande risco para pessoas não imunizadas, uma vez que é altamente contagiosa se comparada com outras. Nessa sexta-feira (31/7) foi registrado o quinto caso da cepa em Minas, na cidade de Virginópolis, na região de Itabira.

O “alerta” do CDC foi divulgado inicialmente pelo jornal “The Washington Post” na última quinta-feira (30/7). No informe, o órgão compara a transmissibilidade da variante Delta com a da catapora, ou seja, se espalha mais fácil que todas as cepas da Covid-19, como a P1 ou Gama, também conhecida como variante do Amazonas, além de outras doenças, como o ebola e gripe.

A transmissão da linhagem indiana também pode ocorrer entre pessoas vacinadas e não vacinadas com a mesma chance em ambos os cenários, segundo o documento. Porém, a imunização reduz e até evita casos graves e mortes causadas pelo coronavírus, com eficácia superior a 90%.

O documento foi elaborado com base em vários estudos sobre a variante Delta, sendo um deles feito em Massachusetts, onde especialistas comprovaram o contágio da cepa na mesma escala entre vacinados e não vacinados. Ou seja, uma pandemia pode se formar entre aqueles que ainda não estão imunizados, porém, atingindo também aqueles que já completaram o esquema vacinal.

Apesar de a Delta ser transmissível entre os grupos, o risco de alguém imunizado ter a forma grave da Covid-19 e até morrer por causa da doença é 10 vezes menor se comparado a uma pessoa não vacinada.

Também nessa sexta-feira, a Agência France-Presse (AFP) informou que estudo publicado na França mostrou que 85% dos internados no país não estavam vacinados contra a Covid-19, incluindo pessoas em unidades de terapia intensiva (UTIs). Além disso, os não imunizados representam 78% das mortes por complicações do coronavírus.

Entre 31 de maio e 11 de julho, as pessoas não vacinadas representavam 84% das internações hospitalares convencionais e 85% nos serviços de cuidados críticos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também fez um alerta para a disseminação da variante Delta. De acordo com o diretor-geral do organismo internacional, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a cepa já foi identificada em, pelo menos, 132 países.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.