Nos siga nas redes sociais

Política

TRE recebe denúncias sobre fake news por telefone e internet no período eleitoral

Iniciativa para combater disseminação de notícias falsas é uma parceria entre várias instituições.

Publicado

em

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) montou uma central de monitoramento para combater notícias falsas, as chamadas de “fake news”. A unidade funciona através de uma parceria entre o órgão, o Ministério Público Eleitoral e as polícias Federal e Civil de Pernambuco. (Veja vídeo acima)

Na central, cada uma das notícias passa por uma investigação. A iniciativa tem como objetivo evitar que, durante a campanha eleitoral, conteúdos dessa natureza prejudiquem o eleitor na hora de se informar sobre o candidato em que pretende votar.

As denúncias podem ser enviadas gratuitamente pelo telefone 0800.081.2560, pelo site do TRE-PE, pelo e-mail propaganga.internet@tre-pe.jus.br e também através do número de WhatsApp (81) 97110-0757.

Além disso, todos os que fazem uma denúncia precisam informar o endereço eletrônico da postagem para que os checadores possam ter acesso a ela. O TRE-PE também informa que o autor da denúncia é informado por e-mail sobre o passo a passo para o registro da queixa.

Ao todo, 11 servidores públicos participaram de um treinamento para checar as notícias com profissionais de uma agência especializada em checagem rápida, que ainda envolveu equipes do WhatsApp e do Facebook.

Crime

De acordo com Stênio Neiva Coelho, desembargador do TRE-PE, quem repassa notícia falsa está cometendo um crime.

“A legislação prevê punição para aquelas pessoas que compartilharem essa informação tida como falsa na internet. Então, o que a gente recomenda é que sempre façam essa checagem antes de encaminhar esse conteúdo para grupos no WhatsApp e demais redes sociais”, disse.

Sobre a participação de outros órgãos na composição da equipe de monitoramento, Stênio Neiva Coelho declarou que a união entre as instituições vai melhorar a qualidade do serviço prestado. “O TRE-PE antecipou-se e criou a central exatamente para reduzir o tempo de fiscalização dessas notícias veiculadas na internet”, disse.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.