Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Sintepe é contra reajuste dos professores e prepara ato

Sindicato diz que o Estado paga os piores salários e não descarta greve

Publicado

em

Presidente do Sintepe, Heleno Araújo, reclamou muito do reajuste 

Presidente do Sintepe, Heleno Araújo, reclamou muito do reajuste

Antes mesmo do governador Eduardo Campos anunciar o reajuste de 8,32% no piso salarial dos professores da rede estadual de ensino, nessa quinta-feira (2), a categoria se mostrou contrária ao valor. Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) confirmou o descontentamento nesta sexta-feira (3).

O texto informa que o grupo não aceita o reajuste porque, além de ser um valor “bem abaixo do esperado”, não foi realizada negociação com os educadores. O Sintepe, já em fevereiro, integrará uma mobilização nacional, com a assembleia geral da categoria, em Pernambuco. O presidente sindical, Heleno Araújo, disse que a possibilidade de greve é real.

No dia 13 de fevereiro, a categoria se reunirá para deliberar os encaminhamentos do plano de luta. O ato será às 9h, no Teatro Boa Vista, no Centro do Recife. A nota do Sintepe também aponta que, apesar do reajuste, os professores de Pernambuco continuam com os salários muito distantes dos profissionais de ensino do Nordeste. “Uma verdadeira contradição: o Estado que mais cresce no Brasil paga o pior salário aos seus professores”, diz a nota.

O presidente do Sindicato criticou veemente a gestão do governador. “Que absurdo Governador Eduardo Campos, que prometeu durante a campanha política de 2006 resolver esta vergonha nacional e chegou o último ano dos seus dois governos e a situação continua humilhante”, disse Araújo, conforme informações da assessoria de comunicação do Sintepe.

O grupo sindical, com base nos dados da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), relacionou os salários dos professores de Pernambuco com os de outros estados nordestinos, para uma jornada de 40 horas semanais:

Pernambuco – 1.646,04 (1.782,23 com o reajuste anunciado)        

Bahia – R$ 2.324,35

Sergipe – R$ 2.326,52

Rio Grande do Norte – R$ 2.238,77 (valor proporcional, não existe jornada de 40 horas por semana).

Ceará – R$ 2.444,92

Piauí – R$ 2.152,27

 

Maranhão – R$ 3.916,04” (valor proporcional, não existe jornada de 40 horas por semana).

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.