Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Sindicato denuncia ao Ministério do Trabalho falta de médicos em maternidades de PE

De acordo com o sindicato, a denúncia também,será enviada ao Ministério Público Federal (MPF) e MPE

Publicado

em

Representantes do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) ingressaram com uma Ação Civil Pública, nesta terça-feira (29), no Ministério Público do Trabalho (MPT) para denunciar a situação em que se encontram as maternidades do Estado.

Segundo o presidente do Simepe, Mário Jorge Lobo,  a crise nas maternidades de alto risco do serviço público estadual não é nova, ou seja, com déficit de plantonistas para suprir as escalas de plantão,  serviços de saúde superlotados, profissionais sobrecarregados em seus locais de trabalho, gestantes internadas de forma improvisada (cadeiras e leitos sucateados em blocos cirúrgicos), risco aumentado de infecção e outras complicações maternas e neonatais.

Ele afirmou que há mais de três anos, o Sindicato denuncia o caos do sistema materno infantil junto aos Conselhos de Saúde, Cremepe, gestores da saúde e MPPE, o que resultou em audiências públicas e encaminhamentos à SES e ao COSEMS. “ A falta de uma politica de Recursos Humanos, por parte dos gestores, que contemple concursos públicos, melhores condições de trabalho, equipes médicas bem dimensionadas, carreira, salários compatíveis com a responsabilidade do profissional, provocaram a situação caótica a que os profissionais  destes serviços estão submetidos”, afirmou,.

Ao documento, foram anexadas fotografias da situação e um pedido de  medidas emergenciais para a rede materno-infantil ante a legitimidade do MPT para atuar na proteção dos direitos trabalhistas (interesses ou direitos difusos ou coletivos).  De acordo com o sindicato, a denúncia também, será enviada ao Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público de Pernambuco (MPPE)

Sindicato afirma que saco preto dentro de centro cirúrgico do Barão de Lucena estava com lixo (Foto: Divulgação/Simepe)   
Sindicato afirma que saco preto dentro de centro cirúrgico do Hospital Barão de Lucena, no Recife, estava com lixo da alimentação das pacientes (Foto: Divulgação/Simepe)


 

 

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.