Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Servidores da Perícia Oficial de AL paralisam as atividades por tempo indeterminado

Peritos dizem que corpos passarão por necropsia, mas não serão liberados para sepultamentos.

Publicado

em

ás

Servidores da Perícia Oficial entram em greve e paralisam serviços no IML de Maceió e de Arapiraca — Foto: Sindicato dos Peritos Oficiais de Alagoas

Servidores da Perícia Oficial de Alagoas entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (9).

A categoria cobra a modernização da carreira e criação do Núcleo de Perícia de Arapiraca. Os peritos dizem que corpos que chegarem ao Instituto Médico Legal (IML) passarão por necropsia, mas não serão liberados para sepultamentos.

A paralisação envolve peritos criminais, médicos legistas, odontolegistas, técnicos forenses e papiloscopistas.

Mobilização

Com a greve, apenas uma equipe da perícia do Instituto de Criminalística vai atender todo o estado. Nos IMLs de Maceió e Arapiraca as necropsias terão redução de 50%. Exames de corpo de delito em presos, exames domiciliares e exumações estão 100% suspensos.

Os demais serviços estarão mantidos, como exames de corpo delito na população em geral; exames em vítima de crimes sexuais.

Somente serão periciados locais com a presença da Polícia Civil. Além disso, não serão recebidos, na sede do Instituto, armas e munições, drogas e documentos para perícia.

“O projeto foi um compromisso do governo, inclusive para viabilizar a abertura do Instituto de Criminalística de Arapiraca. Foi amplamente discutido. Foi um consenso. Estamos fazendo nossa parte. Queremos apenas o cumprimento dos acordos firmados. Nada além disso”, afirmou Paulo Rogério do Sindicato dos Peritos Oficiais de Alagoas.

“O entrave é na Secretaria de Estado da Fazendo que alega que o pleito da Perícia Oficial atinge o teto de gasto e que não pode ampliar o número de vagas, criar o núcleo de Arapiraca e atender outros pontos. A modernização da carreira só iria ter impacto na mudança de salário daqui a dois anos, então não tem como dizer que terá impacto agora”, reforça Paulo Rogério.

As atividades normais só deverão ser retomadas após o envio para a Assembleia Legislativa do projeto de lei que, entre outras providências, promove a criação de vagas para os quadros da Perícia Oficial.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.