Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Serra Negra na mira da criminalidade

No último fim de semana, dois homens armados algemaram um casal e fugiram

Publicado

em

ás

Dois assaltantes armados com facas, revólver e espingarda algemaram quatro pessoas dentro de uma casa de Serra Negra, em Bezerros, no Agreste de Pernambuco, e roubaram celulares, chaves dos carros e mais de R$ 1 mil. As ações criminosas contra residências, como essa registrada na última sexta-feira, por volta das 19h30, estão virando rotina e assustam os visitantes. Estabelecimentos comerciais e pedestres também são alvos fáceis. Dessa forma, o momento de relaxamento vem se tornando perigoso. O motivo para o aumento da violência, segundo os frequentadores, é a falta de policiamento.

O modo de atuação dos assaltantes é sempre o mesmo, de acordo com a advogada Silvana Duarte, que foi a vítima do último fim de semana. “Eles surpreendem os moradores fortemente armados e encapuzados. Foi assim que chegaram à minha casa. Os dois prenderam nossas mãos com algemas de plástico e depois nos obrigaram a deitar no chão. Eles nos cobriram com um cobertor. Pegaram R$ 1 mil de um amigo e R$ 50 do meu marido, as chaves dos carros e os celulares. Queriam mais dinheiro, mas não tínhamos. Aí, foram embora”, relembrou a vítima.

De acordo com Silvana, um dos assaltantes chegou a relatar que já tinha ficado preso no Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel). “Eles estavam insistindo por mais dinheiro. Como sou advogada da área criminal, fiquei mais tranquila que os outros para tentar acalmá-los. Cheguei a falar minha profissão. Aí, um deles disse: ‘se soubéssemos que era advogada
criminal não teríamos entrado aqui’. Foi esse que disse ter ficado um tempo no Cotel. Isso mostra que os criminosos estão vindo para Serra Negra. Estão encontrando facilidade aqui”, explicou.

A vasta vegetação e a vizinhança distante, além do pequeno efetivo da PM na área, são boas combinações para que mais ações criminosas aconteçam. “As autoridades devem tomar uma providência. Se não a situação pode ficar ainda pior. Na semana passada os ladrões entraram em um condomínio de luxo. Agiram da mesma forma como na minha casa. São criminosos preparados. Fortemente armados. No ano passado, até a casa do prefeito foi roubada. A Polícia Militar tem que aumentar o efetivo. Durante o dia só temos oito PMs. Esse número diminui ao anoitecer, porque os militares são deslocados para Gravatá e Caruaru, os maiores polos juninos da região”, reclamou Silvana.

O comando da 3ª Companhia do 4º BPM informou que o policiamento naquela área é composto por viaturas de guarnição tática, além do reforço em época de grandes eventos, a exemplo das festas juninas deste mês, realizando rondas diuturnamente. O Batalhão informou que está tomando providências em relação ao assalto à casa de Silvana. A PM recomenda que a população denuncie as ocorrências diretamente ao 4º BPM, como também à Polícia Civil e ao 190, como fez a advogada. O telefone do Batalhão é 3728-6675.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.