Nos siga nas redes sociais

Política

Santa Cruz e Sport 2014, capítulo 5

Clássico das multidões acontece pela quinta vez neste Domingo(5)

Publicado

em

ás

conteúdo BT

Fotos: JC Imagem

Pela quinta vez no ano, Santa Cruz e Sport medem forças. O confronto que mais se repetiu no mês de março entra pelo mês de abril com o mesmo caráter decisivo do período anterior. O encontro da vez será no Arruda, a partir das 16h, pelas semifinais do Campeonato Pernambucano 2014. Para quem está acostumado a decidir o Estadual nos últimos três anos, o embate, agora acontece um pouco antes. Desde 2011 rubro-negros e tricolores decidem o campeão do ano – o Santa levou vantagem em todas. Agora, a escrita será quebrada, mas nem por isso o Clássico das Multidões reserva menos emoções.

No Santa, por mais que tentem amenizar nas palavras todos deixam transparecer que estão com o Sport entalado na garganta. Até mesmo o técnico Vica reconheceu o incômodo dos sucessivos revezes – foram três derrotas e um empate. Além das derrotas, duas delas valeram a eliminação do Santa na semifinal do Nordestão. ” A gente não conversa em revanche, mas está engasgado. Ninguém quer perder sempre para o mesmo adversário e cinco jogos seguidos é desgastante para as duas equipes. Isso alivia um pouco a decepção pelos jogos passados”, declarou o técnico

Vica terá de volta os três jogadores poupados na última rodada do hexagonal: Everton Sena (zagueiro), Oziel (lateral-direito) e Luciano Sorriso (volante). Ele não quis arriscar perder ninguém pelos cartões amarelos. Mesmo assim há uma dúvida. O atacante Betinho entrou bem no jogo com o Central, tendo inclusive marcado o gol de empate e deixou uma boa dúvida para o comandante. O problema é que ele disputa a posição com ninguém menos que Flávio Caça Rato, xodó da torcida mas que passa por um momento de maré vazante.

“Temos que ter uma equipe bem centrada no jogo como fizemos no último. Foi um bom sinal e dá um ânimo maior para nossa equipe repetir aquela atuação e com um pouco mais de felicidade ganhar o jogo. Se vencermos, a responsabilidade passa toda para o time que faz o segundo jogo em casa, pois vão ter que vencer no tempo normal e nos pênaltis. Espero que possamos fazer um bom resultado aqui e inverter a pressão para o segundo jogo”, pontou

Para o Sport, vale não só a invencibilidade frente ao rival, mas também a segunda vaga numa decisão num intervalo de pouco mais de uma semana. O time de Eduardo Baptista está em plena disputa do título da Copa do Nordeste – abriu vantagem de 2×0 em cima do Ceará – e o técnico já avisou que quer ganhar as duas competições. Por isso, garante que vai entrar em campo com o que tem de melhor. A única ausência é o lateral-esquerdo Renê, que tomou o terceiro cartão amarelo no clássico com o Náutico e cumprirá suspensão automática. Seu substituto será Danilo.

Pelas declarações será uma grande surpresa se Eduardo Baptista entrar com os suplentes ou mesmo um time misto, embora tenha recebido o aval da diretoria para fazer o que bem entender. Como era preparador físico no início da temporada, ele lembrou que os jogadores foram trabalhados, desde o primeiro dia, para suportar momentos como esse. “Eles querem jogar e cabe a mim escolher. Não vou cometer loucruas e se tiver alguém com cansaço extremo vamos estudar. Mas a minha ideia é que quem estiver cem por cento vai jogar. Vou colocar o melhor Sport em campo”, garantiu.


Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.