Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Região Nordeste deveria ter gasolina mais barata do Brasil, segundo ANP

A ANP passa a divulgar nesta sexta-feira (16/3), em seu portal, a composição dos preços da gasolina, GLP e óleo diesel

Publicado

em

   (Crédito: Reprodução)

O preço final da gasolina para o nordestino deveria ser de R$ 4,09. Deste valor, 44,1% é referente a tributos federais e estaduais. É o que demonstram os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Combustível (ANP), que passou a divulgar a partir do dia 16, a composição dos preços da gasolina, gás liquefeito de petróleo (GLP) e óleo diesel para cada região do Brasil.

A tabela de valores inclui a porcentagem referente ao preço do produtor do combustível, o custo de transporte, os tributos federais e estaduais, as margens de distribuição e revenda e o preço final do combustível. Além disso, também estará disponível a estrutura da formação dos preços, com a contribuição de cada variável para o preço final.

Desde 2002, vigora no Brasil o regime de liberdade de preços em todos os segmentos do mercado de combustíveis e derivados de petróleo: produção, distribuição e revenda. Isso significa que não há qualquer tipo de tabelamento nem fixação de valores máximos e mínimos, ou qualquer exigência de autorização oficial prévia para reajustes.

A ANP acompanha, semanalmente, por meio do Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis, o comportamento dos preços praticados pelas distribuidoras e postos revendedores de combustíveis.

Com o intuito de dar mais transparência aos preços de mercado, a ANP também divulga a estrutura de formação dos preços dos combustíveis e reproduz dados do Ministério de Minas Energia que detalham os valores praticados.

Os preços dos combustíveis ao consumidor final variam como consequência dos preços nas refinarias, dos tributos estaduais e federais incidentes ao longo da cadeia de comercialização (PIS/Pasep e Cofins, Cide e ICMS), dos custos e despesas operacionais de cada empresa, dos biocombustíveis adicionados ao diesel e à gasolina e das margens de distribuição e de revenda.

Todos os dados estão disponíveis no portal da agência

Fonte: Com informações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Combustível (ANP
Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10. Desenvolvido por avanzzada