Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Quatro turistas acusados de falsificar exames da Covid-19 para entrar em Fernando de Noronha são presos

Dois casais do Tocantins chegaram à ilha em um jato particular na quarta (28). Após terem a prisão preventiva decretada pela Justiça, foram levados para a delegacia da ilha na quinta (29).

Publicado

em

ás

 


Quatro turistas de Araguaína, no Tocantins, foram presos em Fernando de Noronha, na noite da quinta-feira (29), sob acusação de falsificar exames da Covid-19 para conseguir entrar na ilha. Segundo a Administração da Ilha, os visitantes presos são dois homens e duas mulheres que chegaram em um jato particular na noite da quarta-feira (28).

Eles tiveram a prisão preventiva decretada pelo juiz André Carneiro de Albuquerque Santana, que atendeu a uma solicitação do Ministério Público de Pernambuco, representado pelo promotor Flávio Falcão. Na decisão judicial, os turistas foram enquadrados nos crimes de falsificação de documento, uso de documento falsificado e associação criminosa.

De acordo com o governo local, os turistas apresentaram exames coletados no domingo (25). No entanto, o protocolo de combate ao coronavírus exige que o teste seja realizado um dia antes do embarque para Noronha

Ainda segundo a Administração da Ilha, os quatro turistas se negaram a fazer novos exames ao chegarem na pousada. “No momento da coleta, na pousada, os visitantes se negaram a fornecer as amostras, alegando que tinham feito novos exames no mesmo dia do embarque e que estavam aguardando os resultados. Sendo assim, o material não foi coletado”, disse no texto.

 

 

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.