Nos siga nas redes sociais

Mata Sul

Professores da rede estadual rejeitam volta da aula presencial dia 6 e decretam estado de greve

Nova assembleia na próxima semana decide ou descarta a greve

Publicado

em

ás

Sala de aula – Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Em assembleia virtual realizada nesta quinta-feira (24), os professores da rede estadual de Pernambuco decretaram estado de greve. Cerca de 2 mil profissionais chegaram a participar da reunião remota, que foi encerrada com aproximadamente mil presentes. Dos que votaram, 94% foram a favor do estado de greve.

Com a decisão, os profissionais optaram por não retornar às atividades presenciais em 6 de outubro, conforme anunciado na última segunda-feira (21) pelo Governo do Estado. O cronograma prevê a volta das aulas do 3º ano do Ensino Médio nesta data e das outras duas séries nas terças-feiras seguintes – 2º ano em 13 de outubro e 1º ano em 20 de outubro. Ainda não há datas definidas para a volta do Ensino Fundamental e do Ensino Infantil.

Uma nova rodada de negociações entre o Sintepe e a Secretaria de Educação e Esportes está prevista para ocorrer na próxima segunda-feira (28). A assembleia da categoria está marcada para a quarta-feira (30), às 14h30, novamente online. Na assembleia, os profissionais decidirão pela adesão ou não pela greve.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), um parecer, embasado em diretrizes da Rede Solidária em Defesa da Vida, coletivo formado por profissionais de Saúde do Estado, será divulgado em breve com a posição dos profissionais em relação ao retorno das atividades. O Sintepe também deve protocolar uma ação jurídica para fundamentar o estado de greve.As informações são da Folha de Pernambuco

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.