Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Presidiário mata esposa durante visita íntima

José Carlos teria enforcado esposa com uma gravata. Crime teria motivos passionais

Publicado em

às

Um presidiário identificado como José Carlos Alves, de 28 anos, matou a companheira, identificada como Geórgia Pereira de Moraes, de 26 anos, por volta das 16h30 do último sábado (25). O crime aconteceu na unidade prisional Professor Barreto Campelo, localizada na Ilha de Itamaracá, Litoral Norte de Pernambuco. José Carlos teria enforcado sua esposa com uma gravata durante a visita íntima. O crime teria motivos passionais.

Segundo informações, José, que era réu confesso dos crimes de roubo e homicídio, estaria com ciúmes da esposa. Por isso, após se relacionar sexualmente com a vítima, ele teria decidido matar a companheira. Depois de cometer o crime, o próprio José teria chamado os agentes penitenciários para pedir socorro. Os agentes teriam ido até o local e, mesmo ainda tentando ajudar a vítima, perceberam que o corpo já estava sem vida.

Por ter cometido um novo crime, José foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e, em seguida, para o Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel). Neste último local, ele passará por uma nova triagem para inclusão do crime cometido em sua ficha prisional.

O corpo de Geórgia Pereira de Moraes foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.