Nos siga nas redes sociais

Política

Presença de João Campos filho do ex-governador é bastante disputada

Prefeituráveis têm solicitado com constância a participação do filho de Eduardo Campos nos eventos

Publicado em

às

O PSB enfrenta este ano a primeira eleição municipal sem a liderança de Eduardo Campos, morto em agosto de 2014. Apesar disso, desde o início do período de convenções outro membro da família, o jovem João Campos, tem se colocado à disposição dos palanques socialistas e já é disputado pelos prefeituráveis tanto para os eventos de lançamento das postulações quanto para a campanha, a partir de 16 de agosto. 

Filho mais velho de Campos, o secretário de Organização do partido e chefe de gabinete do governador Paulo Câmara (PSB) participou no último fim de semana de três eventos: Vitória de Santo Antão, São Lourenço da Mata e Lajedo. Em todos eles, além do discurso traçado por frases já ditas pelo pai e da declaração de apoio aos candidatos, João foi tietado por aliados e militantes para selfies, abraços e pedidos direcionados ao governo. 

No PSB, até o dia 5 de agosto, os dirigentes estão se dividindo para prestigiar as convenções. No próximo fim de semana, por exemplo, a legenda tem 32, sendo 25 para oficializar candidaturas majoritárias, João deve participar de pelo menos três delas, além do Recife, mas de acordo com o secretário-geral do partido, Adilson Gomes, se fosse pelo desejo dos prefeituráveis, o secretário de Organização estaria em todas.  

“Os candidatos têm pedido sim [a participação dele]. Quem chega aqui para marcar a convenção e sabe que alguém da Executiva vai participar só pede a presença dele, mas são mais de 100 municípios. É impossível fazer quatro ou cinco em um dia só”, afirmou Gomes. Indagado se há alguma estratégia especial da sigla para o reforço, Adilson Gomes negou. “Estamos seguindo uma escala dos dirigentes, nada demais. Agora é claro que a presença dele atrai a lembrança do pai”, salientou. 

Além do prestígio do sobrenome, nos bastidores do PSB, conta-se que a campanha deste ano vai servir como termômetro para aferir a possibilidade do estudante de engenharia disputar o cargo de deputado federal em 2018, já que ele é observado como o “herdeiro político” de Eduardo. 

Metas

O PSB tem a expectativa de eleger cerca de 100 candidatos a prefeito este ano.  Em 2012, o número de eleitos foi de 58 e atualmente a legenda tem 74 gestores municipais.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.