Nos siga nas redes sociais

Brasil

Preço médio da gasolina já bate a casa dos R$ 5 em Minas Gerais após novo reajuste

Publicado

em

ás

O terceiro anúncio neste ano do reajuste do preço da gasolina, de 8,2%, feito pela Petrobras, que entrou em vigor na terça (9), já está pesando no bolso dos motoristas. O valor médio do combustível já bate a casa dos R$ 5 o litro, índice maior que antes da pandemia.

Na quarta (10), a reportagem verificou o preço em postos da cidade, e a maioria vendia a gasolina comum entre R$ 4,95 e R$ 4,99. Já a aditivada foi encontrada custando R$ 5,25.

Para se ter uma ideia, em fevereiro do ano passado, na pré-pandemia, o valor médio no dia 20 daquele mês era encontrado a R$ 4,50.

Quem precisa abastecer já sentiu no orçamento pesar no bolso. “Está mesmo assustando o preço. Não sei onde vamos parar com tanto aumento dos produtos de necessidade. Eu gastava, até o fim do ano passado, cerca de R$ 210 de gasolina a cada 15 dias. Hoje (terça), o tanque cheio já bate nos R$ 250”, reclamou o motorista de aplicativo Antônio Fernandes Gomes.

Quem também se assustou com o preço das bombas foi a professora Adriana Loureiro. “Da última vez que abasteci, acho que paguei R$ 4,69. Esta semana já está quase R$ 5. Desse jeito, não tem como. E aí vai virando uma bola de neve, pois os outros produtos também vão aumentando”, acrescentou.

Pesquisa
Na segunda (7), um dia antes do último reajuste anunciado pela Petrobras, o site Mercado Mineiro divulgou o resultado de um levantamento que mostrou que o preço médio da gasolina comum em Betim estava ainda em R$ 4,82.

Esse valor médio mostrado na pesquisa é 14,7% maior do o que foi aferido na pesquisa em agosto de 2020.
Enquanto a inflação (IPCA) no mesmo período somou em 4,2%, a gasolina subiu 248% a mais que a inflação desde agosto.

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.