Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Polícia prende seis pessoas e apreende carga avaliada em R$ 300 mil

Segundo a polícia, carga roubada foi avaliada em mais de R$ 300 mil.

Publicado em

às

Uma operação da Polícia Civil, no começo da manhã desta quarta-feira (14), terminou com a prisão de seis pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha acusada receptação de mercadoria roubada e associação criminosa. Com eles, a polícia apreendeu uma carga avaliada em R$ 300 mil.

De acordo com as informações colhidas pela Rádio Pajuçara FM Arapiraca, a carga, de produtos de higiene pessoal e de limpeza, teria sido roubada durante um assalto ocorrido na última segunda-feira (12) na cidade pernambucana de Garanhuns.

Na operação, foram presos Cristiano Barros Canuto Pinheiro, 42 anos, Matheus Keverton Alquino dos Santos, 18, José Wellington da Silva, 28, José Alex da Silva, 29, José Wallison da Silva, 22, José Alleff da Silva, 21. Todos eles foram levados para a Central de Flagrantes de Arapiraca onde foram autuados.

A Receita Federal lembra que há ainda o aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF, diretamente nas bases de dados da Receita Federal.

Ordem de recebimento
Após o pagamento das restituições para contribuintes idosos e com deficiência física, mental ou moléstia grave, as restituições são pagas pela ordem de entrega da declaração doImposto de Renda, desde que o documento tenha sido enviado sem erros ou omissões.

Geralmente, são liberados sete lotes do IR a cada ano, entre junho e dezembro. Os valores das restituições do Imposto de Renda são corrigidos pela variação dos juros básicos da economia, atualmente em 14,25% ao ano. Em 2016, o Fisco recebeu quase 28 milhões de declarações de Imposto de Renda até 30 de abril – o prazo legal.

Malha fina
No fim de abril, a Receita Federal informou que716 mil declarações já estavam retidas na malha fina do IR devido a inconsistências das informações prestadas. Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.