Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Polícia indiciará banda Parangolé por provocação de tumulto em bloco no interior

Grupo baiano foi embora sem fazer show em Palmeira dos Índios.

Publicado

em

Leo Santana, vocalista do Parangolé (Foto: Maurício Vieira/G1)O delegado José Carlos Sales dos Santos vai indiciar a banda baiana Léo Santana & Parangolé por “provocação de tumulto” após o grupo ter ido embora sem se apresentar na cidade de Palmeira dos Índios, no Agreste de Alagoas, na última terça-feira (25).

O grupo, contratado pelo bloco NicoLoco, se recusou a se apresentar alegando descumprimento contratual por parte da produtora contratante, inclusive o valor cachê. De acordo com o delegado, dos R$ 70 mil, a banda recebeu R$ 60 mil.

“Não houve diálogo. Eles foram embora e quem tinha comprado o abadá ficou revoltado e começou uma confusão, uma quebradeira na cidade. As pessoas tinham pago e não aceitavam que o show fosse cancelado. Muitas pessoas quiseram até ir atrás dos integrantes do grupo. Por isso, vou indiciá-los por provocação de tumulto”, diz o delegado.

A assessoria de imprensa da banda informou que só foi pago 70% do cachê e que o trio elétrico não estava pronto para receber a banda no horário marcado. Disse ainda que uma das cláusulas do contrato dizia que o bloco era responsável pelo trio elétrico, mas até o horário previsto para a apresentação da banda, o mesmo ainda não estava no local combinado.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.