Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Polícia apreende suspeitos de sequestrar menor

Grupo de Operações Especiais apresentou três suspeitos na manhã deste sábado

Publicado em

às

De acordo com informações repassadas pelo delegado responsável pelo caso, além dos três suspeitos apresentados pela polícia, outras quatro pessoas teriam participado do crime. Entre elas um presidiário, que teve o seu nome mantido em sigilo e teria liderado o grupo de dentro de uma penitenciária do Estado, e outros três homens foragidos.

Após a sua apresentação no GOE, o suspeito José Luiz disse não ter participação na ação criminosa e que, por conta das buscas feitas pela polícia, os criminosos que realizaram apenas passaram por sua casa durante uma mudança de cativeiro.

“Eu não tive participação no sequestro. Eles me obrigaram a ceder o abrigo, eu sou uma pessoa boa”, disse José Luiz. Segundo Cláudio Castro, delegado do GOE responsável pela investigação do caso, em situações de sequestro é recomendável que os familiares não negociem diretamente com os criminosos e procurem o auxílio da polícia.

“Não há, mesmo com o pagamento dos valores solicitados pelos bandidos, garantir que a integridade total da vítima”, contou o delegado.

Após dois pagamentos feitos pela família do menor sequestrado, um na última terça-feira (8) e outro na quinta-feira (10), o menor de idade foi posto em liberdade e, através da ajuda de uma desconhecida, subiu em um ônibus que se dirigia para Nazaré da Mata. Os valores pagos pela família aos sequestradores e o local onde o menor subiu na condução não foram divulgados.

Quando liberado, o jovem de 16 anos apresentava um ferimento na cabeça resultante de uma coronhada desferida por um dos criminosos durante uma tentativa de fuga do garoto. Os três suspeitos serão julgados pelos crimes de sequestro, formação de quadrilha e tortura. Eles foram encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, e permanecerão no local até o dia de seus julgamentos. Se condenados, os suspeitos poderão receber uma pena de até 17 anos de reclusão.

Na próxima segunda-feira (14), o GOE promete fornecer novos detalhes sobre a investigação do caso.

Sequestro

Na última terça-feira (8), criminosos foram até o bairro de Sertãozinho, localidade de Nazaré da Mata onde o garoto residia com seus pais, e raptaram o menor.

Segundo informações da polícia, os bandidos renderam o garoto e o colocaram dentro de um veículo Polo de cor preta.

Na última quinta-feira (10), aproximadamente 48h após o sequestro e depois da família realizar dois pagamentos aos bandidos, o menor de idade foi posto em liberdade. 

com FolhaPE

 



 

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.