Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Polícia aponta concorrente como mandante de assassinato de mulher baleada em loja de rações e prende suspeitos do crime

Suzana Neves de Almeida foi atingida por tiro quando estava no caixa do estabelecimento em Abreu e Lima, no Grande Recife. Ação dos criminosos foi filmada.

Publicado em

às

Mulher foi baleada durante assalto em Abreu e Lima — Foto: Reprodução/WhatsApp

A Polícia Civil divulgou, nesta quinta (30), a prisão dos suspeitos de envolvimento na morte da mulher baleada em uma loja de rações, no dia 21 de setembro deste ano, em Abreu e Lima, no Grande Recife. O momento em que Suzana Neves de Almeida, de 29 anos, é assassinada foi registrado pela câmera do local. Três pessoas seguem foragidas.

Segundo a corporação, os mandantes do homicídio foram uma mulher, proprietária de uma casa de rações concorrente daquela em que a vítima trabalhava, e o companheiro da comerciante, que está preso desde dezembro de 2020. Eles foram dois dos alvos de mandado de prisão.

“O irmão de Suzana, o Roberto [de Almeida], tinha trabalhado por dez anos na casa de ração antiga, da moça que foi presa hoje. Como Roberto inaugurou uma casa de rações que prosperava, enquanto a dela decaía, eles dois resolveram em comum acordo efetuar esse crime”, declarou a delegada Estefânia Azevedo.

Na casa da mulher, a polícia apreendeu, nesta quinta, um carregador de pistola 380 e diversas munições. Segundo a delegada, os autores intelectuais tinham prometido pagar mais caso Roberto também fosse morto, mas ele não estava no local no momento da investida.

Dois presidiários, que teriam intermediado o contato com os executores, também estavam entre os alvos de mandado. “No dia do fato, foram quatro executores. Um motorista, um homem que ficou dando suporte e os dois executores do vídeo”, declarou a delegada.

O motorista e os dois homens filmados seguem foragidos, segundo Estefânia Azevedo, e as pessoas que tiveram informações podem entrar em contato com o Disque-Denúncia pelo telefone (81) 3421-9595.

No dia 22 de setembro, dois homens foram presos e um adolescente foi apreendido pela Polícia Militar com a arma usada no assassinato. Os rapazes detidos, no entanto, não são os que aparecem nas imagens do circuito interno de segurança da loja e apenas um deles tinha, de fato, envolvimento com o crime, afirmou a delegada.

A vítima, Suzana Neves de Almeida, de 29 anos, foi alvejada a poucos metros de distância quando estava no balcão da loja Beto Rações, que fica à margem da rodovia BR-101, e pertence ao irmão dela, Roberto de Almeida.

As imagens que registraram o momento em que Suzana foi baleada são fortes e mostram dois homens armados chegando ao local, por volta das 14h de 21 de setembro.

Um deles anuncia o assalto e a vítima, que estava atrás do balcão da loja, entrega um celular, dinheiro do caixa e outros pertences.

Quando ela começa a retirar um relógio do pulso, um dos criminosos, antes de sair do estabelecimento, atira nela. Suzana cai no chão e os homens fogem do local. Ela foi socorrida para uma unidade de saúde, mas não resistiu ao ferimento. As informações são do G1.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.