Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Pernambuco é o quarto estado com maior incidência de tuberculose no Brasil

Em 2013, foram registrados 50,4 casos da doença para cada 100 mil habitantes

Publicado

em

ás

Com 50,4 casos de tuberculose para cada 100 mil habitantes, Pernambuco ocupa a quarta colocação no ranking de taxa de incidência da doença no Brasil. O Estado ainda ocupa o segundo lugar quando se fala em óbitos. São 3,8 para cada 100 mil habitantes. Os números foram registrados em 2013. Anualmente, são registrados, em média, 4,5 mil novos casos, com uma média de 350 mortes. Entre as capitais brasileiras, Recife é a terceira em taxa de incidência (104,8 casos por 100 mil habitantes em 2013) e a primeira em número de óbitos.

Para chamar a atenção do público para o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, nesta terça-feira (24), a Secretaria Estadual de Saúde (SES) mobilizou os municípios em torno do slogan “Tuberculose: diagnosticar, tratar e curar”. A campanha tem como objetivo alertar a população a respeito desse grave problema de saúde pública, divulgando e orientando sobre os sinais e sintomas da doença, favorecendo o diagnóstico precoce e propiciando acesso ao tratamento adequado em tempo hábil.

Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho, entre outros municípios, irão realizar atividades de mobilização social e busca ativa de casos, além de palestras e capacitações, a partir desta segunda-feira (23). O Estado irá apoiar as atividades, por meio do Programa de Controle da Tuberculose e do Programa Sanar, que faz o enfrentamento a sete doenças negligenciadas, entre elas, a tuberculose.

A tuberculose, doença curável e com tratamento gratuito, afeta, principalmente, os pulmões, existindo também na forma extrapulmonar (não contagiosa): ganglionar periférica, pleural, cutânea, oftálmica, renal, meníngea, entre outras, sendo transmitida pelo bacilo de Koch. A forma pulmonar bacilífera (contagiosa) é a mais relevante em saúde pública por ser a responsável pela manutenção da cadeia de transmissão. A busca ativa do sintomático respiratório constitui-se na principal estratégia de controle da tuberculose, uma vez que permite a detecção precoce das formas pulmonares.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.