Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Pernambuco confirma quatro novos casos de chikungunya

Com esses quatro novos casos, Pernambuco soma, em 2015, seis casos confirmados da doença – See more at: http://www.folha

Publicado

em

ás

Pernambuco confirmou, nesta semana, quatro novos casos de febre chikungunya. Desses, dois contraíram a doença no município de Iati, localizado no Agreste (casos autóctones). São os primeiros registros de circulação da doença em território pernambucano. Os outros casos foram notificados em Itaíba e no Recife e estão sendo investigados para confirmar se a doença foi contraída ou não no Estado. 

Com esses quatro novos casos, Pernambuco soma, em 2015, seis casos confirmados da doença – os dois primeiros foram importados da Bahia. Ao todo, 180 casos foram notificados como suspeitos, sendo 169 descartados. Entre os descartados, 65 deram positivo para dengue. O vírus do chikungunya é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue, doença endêmica no Brasil e em zonas tropicais da América Latina.

Os doentes podem apresentar febre acima de 38,5 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas. O controle do mosquito é a ação mais importante, pois as pessoas podem ter chikungunya e dengue ao mesmo tempo.

Em Iati, onde foi confirmada a transmissão autóctone da chikungunya, o município, juntamente com a Regional de Saúde (Geres), está realizando um levantamento de todos os casos suspeitos e reforçando as ações de controle. Para apoiar e intensificar as ações de controle e mobilização social dos municípios, a SES disponibilizou insumos e materiais educativos para a Região. Além disso, os trabalhos de capacitação serão intensificados com profissionais de saúde da vigilância e assistência. 

Em 2014, Pernambuco registrou quatro casos da doença, todos importados (um de ocorrência em Brejo Santo, no Ceará, e outro do município de Feira de Santana, na Bahia, além de dois casos da Colômbia).

Confira, abaixo, os cuidados importantes para eliminar os focos dos mosquitos: 

Mantenha bem tampados caixas d’água, jarras, cisternas, poços ou qualquer outro reservatório de água;
Mantenha as lixeiras tampadas e secas.
Nunca jogue lixo em terrenos baldios;
Coloque no lixo todo objeto que possa acumular água.
O lixo deve ser colocado em sacos plásticos bem fechados;
Lave os bebedouros de animais com uma bucha pelo menos uma vez por semana e troque a água todos os dias;
Cubra e guarde os pneus em locais secos, protegidos das chuvas; – Guarde as garrafas secas de cabeça para baixo e não deixe no quintal objetos que acumulem água;
Encha os pratinhos de plantas com areia; –
Retire a água acumulada sobre a laje; –
Mantenha as calhas d’água limpas. 

 

 

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.