Coronavírus
Homens são maioria dos mortos por Covid; pesquisas investigam causas genéticas
Cientistas investigam se hormônios sexuais masculinos facilitam a entrada do novo coronavírus (Sars-CoV-2) nas células.
Publicada em 04 de julho de 2020 às 08:42:50.
Por: Marcos André | Fonte: G1



Desde o início da pandemia de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, cientistas ao redor do mundo começaram a perceber que a infecção tende a afetar homens de forma mais grave que mulheres.



Um estudo conduzida por cientistas chineses, publicado no final de abril na revista científica Frontiers in Public Health, concluiu que os homens morrem duas vezes mais por coronavírus do que as mulheres.

Outra pesquisa publicada em abril, do Global Health 50/50, um grupo de pesquisadores da University College London focado em saúde e gênero, mostrou que, apesar de homens e mulheres se infectarem na mesma proporção, pacientes do sexo masculino têm de 50% a 80% mais chances de morrerem por coronavírus em todos os países afetados pela pandemia.

No Brasil, segundo os dados do Sistema de Informação de Vigilância da Gripe, o sexo masculino representa 59% das mortes registradas por coronavírus.

Pesquisadores vêm descobrindo, ao longo dos últimos meses, vários motivos para isso. Alguns dos fatores não são relacionados ao organismo: por exemplo, os homens tendem a usar máscaras com menos frequência que as mulheres.

Várias pesquisas apontam, entretanto, que os hormônios sexuais masculinos, como a testosterona, têm papel central na diferença de mortalidade entre homens e mulheres. (Mulheres também produzem testosterona, mas em menor quantidade).



Whatsapp PortalPE10 9 9974-3875 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você
Tags: Cotidiano,Brasil, PortalPE10
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2020 © Copyright. Todos os Direitos Reservados