Pernambuco
Prefeitura de Tamandaré é alvo de investigação da Polícia Civil por supostos funcionários fantasmas
Depoimentos afirmam que esquema de funcionários fantasmas na prefeitura existe desde a gestão anterior. Mãe e avó de Miguel foram ouvidas pelo Draco
Publicada em 03 de julho de 2020 às 08:32:41.
Por: Marcos André | Fonte: JC Online


Sob sigilo, o Departamento de Repressão Ao Crime Organizado (Draco), da Polícia Civil de Pernambuco, está investigando a denúncia de que servidores da prefeitura de Tamandaré, no Litoral Sul, eram funcionários fantasmas. O prefeito da cidade, Sérgio Hacker (PSB), e secretários estão entre os investigados.

Ao final das investigações, se comprovadas irregularidades, eles podem ser indiciados por crimes como peculato (desvio de verba pública). Em paralelo ao inquérito policial, o Ministério Público de Pernambuco apurou o caso e ingressou com ação na Justiça, que determinou o bloqueio parcial dos bens do prefeito. 



A denúncia começou a ser investigada após a descoberta, pelo Jornal do Commercio, de que a mãe e avó de Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos, constavam como funcionárias da prefeitura, mas trabalhavam como domésticas na casa do prefeito, num edifício de luxo localizado na área central do Recife. 

A mãe e avó de Miguel já prestaram depoimento na sede do Draco.

A mãe e avó de Miguel já prestaram depoimento na sede do Draco. O jornal  teve acesso em primeira mão a parte dessas ouvidas. Uma das informações reveladas por Mirtes Santana, mãe de Miguel, é que o esquema de contratação de servidores como funcionários fantasmas teve início da gestão anterior da Prefeitura de Tamandaré. 

Questionada pela polícia sobre o caso, a mãe e avó de Miguel contaram que nunca foram na prefeitura e que aceitaram ser pagas através da prefeitura, pois acharam "natural", tendo em vista que a prática seria comum.

"... Que a depoente concordou, pois não achou nada demais, já que outras pessoas também recebiam pela prefeitura, mesmo prestando serviços particulares à família (do prefeito); Que esclarece que o tio de Sérgio (Hildo Hacker), já tinha sido prefeito de Tamandaré e fazia a mesma coisa", diz trecho do depoimento de Mirtes.

A investigação policial não tem prazo para ser concluída.



Whatsapp PortalPE10 9 9974-3875 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você
Tags: Cotidiano,Brasil, PortalPE10
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2020 © Copyright. Todos os Direitos Reservados