Brasil
Mandetta lamenta 50 mil mortes, pede união e alfineta: 'Governos passam'
Mandetta diz que política é 'destino' e não descarta se candidatar à Presidência
Publicada em 21 de junho de 2020 às 12:34:59.
Por: Marcos André | Fonte: G1


Depois de o Brasil atingir a marca de 50 mil mortes pela Covid-19 e mais de 1 milhão de infectados pelo coronavírus, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta lamentou, neste sábado (20), o número de vítimas da doença e alfinetou Jair Bolsonaro (sem partido) ao dizer que “Governos passam”. A publicação foi comentada pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, desafeto do presidente.

Na sexta-feira, o Brasil ultrapassou o número de 1 milhão de casos confirmados de COVID-19. Neste sábado, outra marca negativa foi registrada: a de 50 mil mortes pela doença, segundo consórcio de jornais. Em sua conta no Twitter, Mandetta disse rezar por seu “ex-paciente Brasil” e pediu foco, disciplina e crença na ciência para que o país enfrente a pandemia do coronavírus.



O ex-ministro aproveitou a publicação para alfinetar Bolsonaro. Médico e defensor da ciência, Mandetta deixou a pasta em abril por divergências com o presidente que, por sua vez, tem uma postura contraditória em relação à pandemia. Em diversas situações, o líder do governo brasileiro descumpriu as medidas de isolamento social e chegou a acusar Mandetta de inflar os números da COVID-19 no Brasil.

Sérgio Moro também foi às redes sociais e “cutucou” Bolsonaro. Ao responder a publicação de Luiz Henrique Mandetta, o ex-ministro da Justiça lamentou o número de vítimas e ironizou o governo ao dizer que o país teve um ministro da Saúde. Depois da saída de Mandetta, passaram pela pasta o médico Nelson Teich e, atualmente de forma interina, o General Pazuello.


Whatsapp PortalPE10 9 9974-3875 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você
Tags: Politica, Governo, Bolsonaro,
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2020 © Copyright. Todos os Direitos Reservados