Brasil
Caixa lança esta semana linha mais barata para financiar imóveis
Com juros fixos, banco público reforça alternativas de estruturação para retomada do mercado imobiliário
Publicada em 18 de fevereiro de 2020 às 07:51:19.
Por: Marcos André | Fonte: G1



A Caixa fará na próxima semana o lançamento do crédito imobiliário com taxas prefixadas, que devem começar com valores abaixo de 10% ao ano. A cerimônia, com participação do presidente Jair Bolsonaro, está marcada para quinta-feira, dia 20, no Palácio do Planalto.

O financiamento prefixado representa um novo passo na estratégia do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, de depender menos do funding da poupança. O objetivo é originar operações nessa modalidade e securitizá-las para venda da carteira no mercado.

Na nova linha, as taxas serão um pouco superiores às do crédito corrigido pela TR para que o banco possa cobrir o risco da operação, disse Guimarães em entrevista ao Valor no fim de janeiro. Na Caixa, o financiamento atrelado à TR (hoje, zerada) começa com um adicional de 6,5% ao ano.



Em contrapartida, o tomador de uma linha prefixada ficará com uma taxa travada por toda a vigência do financiamento, que pode se estender por 30 anos, independentemente das oscilações inflacionárias e da Selic no período.

O banco não prevê colocar cláusulas de repactuação periódica da taxa de juros, apurou o Valor. Essa revisão é praxe em outros países, mas a preferência da Caixa é embutir um prêmio de risco na taxa desde o início da operação, conforme fonte a par do assunto.

Guimarães tem defendido a adoção de novos modelos no crédito imobiliário porque o funding da poupança é escasso e tem riscos. Os principais, segundo ele, são o descasamento de prazos entre a captação e a duração dos contratos de crédito e a inexistência de hedge para ativos baseados na TR, o que dificulta a securitização dessas carteiras.

A Caixa já fez um primeiro movimento para diversificar suas fontes de recursos no crédito imobiliário em agosto do ano passado, quando lançou as linhas imobiliárias corrigidas pelo IPCA. A modalidade representa atualmente cerca de 30% da originação de crédito habitacional do banco (excluídas da conta as operações que têm funding no FGTS).

A diferença é que as linhas corrigidas pela inflação são mais baratas — começam em IPCA mais 2,95% ao ano —, só que o risco de oscilação de preços fica com o cliente.

Por isso, as modalidades atreladas à TR, ao IPCA e prefixadas vão coexistir na oferta da Caixa, embora o banco prefira as duas últimas. A ideia é que o tomador do crédito possa escolher levando em conta o tamanho da parcela e o prazo de pagamento.

Tags: Cotidiano,Brasil, PortalPE10
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2020 © Copyright. Todos os Direitos Reservados