Fórmula 1
Publicada em 26 de outubro de 2019 às 19:13:46. Atualizada em 26 de outubro de 2019 às 19:13:46.
Batida de Bottas no fim ajuda Verstappen a ser pole no México
Max Verstappen surpreendeu a favorita Ferrari e vai largar na pole-position do GP do México
Por: Murilo Souza | Fonte: Grande Prêmio



Max Verstappen surpreendeu a favorita Ferrari e vai largar na pole-position do GP do México. Na tarde deste sábado (26), o holandês garantiu a posição de honra no grid para a Red Bull-Honda, repetindo o feito de Daniel Ricciardo no ano passado. A conquista foi sacramentada na esteira da forte batida sofrida por Valtteri Bottas na sua tentativa final de volta rápida no Q3.

A largada do GP do México acontece neste domingo, a partir de 16h10 (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.



Saiba como foi a classificação do GP do México de F1

Q1: Verstappen lidera 1-2 da Red Bull; Haas vai mal

A definição do grid de largada no México começou com a pista totalmente seca, bem diferente do que se viu no terceiro treino, pela manhã. George Russell e Robert Kubica, da Williams, foram os primeiros a marcarem tempo no Q1. Em seguida, quando vinha para sua volta rápida, Romain Grosjean perdeu o controle da sua Haas e rodou no fim do retão.

O primeiro dentre os pilotos de ponta a marcar tempo no Q1 foi Sebastian Vettel. com 1min16s859, o tetracampeão não teve dificuldades para assumir a liderança. Sua posição, porém, não durou muito tempo. Alexander Albon tomou a ponta com 1min16s175 — na sua primeira classificação no México —, com Lewis Hamilton vindo logo atrás, em segundo, e Charles Leclerc completou o provisório top-3.

Só que a Red Bull se mostrava forte no seu primeiro stint. E aí era a vez de Max Verstappen tomar a dianteira do Q1 com 1min15s949, sendo o primeiro piloto do fim de semana a andar abaixo da casa de 1min16s. 1-2 taurino quando restavam 6 minutos para o fim do segmento.

Pierre Gasly, que chegou a ser dúvida no terceiro treino por conta do vírus estomacal que o afetou, fez um ótimo Q1 e passou em nono lugar. Quem não teve a mesma sorte foram os eliminados Lance Stroll, Kevin Magnussen, Romain Grosjean, Russell e Kubica.

Q2: Equilíbrio de forças na frente; dono da casa é eliminado

A segunda parte da classificação tinha tudo para refletir de forma mais clara o potencial de cada uma das equipes de ponta neste fim de semana. Hamilton virou 1min16s481 com pneus médios, mas Vettel completou sua volta na sequência e superou a Mercedes em mais de 0s5 ao cravar 1min15s914, excelente volta com os compostos amarelos. Segundos depois, Leclerc virou 0s305 mais lento que seu companheiro de equipe.

Os seis pilotos das equipes da frente saíram dos boxes com pneus médios, aproveitando a regra de usar os mesmos pneus da volta mais rápida do Q2 para a largada no domingo. De todos, Verstappen foi quem mais se aproximou do tempo de Vettel e ficou 0s222 atrás, em segundo. Valtteri Bottas aparecia na quarta colocação, desbancando Hamilton, e Albon fechava o top-6. O 'melhor do resto', mas com pneus macios, era Sergio Pérez, o dono da casa, em sétimo.



Restava ver quem seriam os outros quatro pilotos assegurados no Q3. Sainz, que vinha em 11º, subiu para um excelente quarto lugar, 0s353 atrás de Vettel. Lando Norris também conseguiu um lugar na fase final da sessão, assim como Gasly e Daniil Kvyat. No fim, a dupla da Mercedes fez mais uma tentativa com os pneus médios. E aí Hamilton marcou 1min15s721, com Bottas em segundo. Vettel e Leclerc saíram de macios, vinham com ótimas parciais, mas tiraram o pé no fim.

Pérez foi um dos eliminados do Q2, ao lado de Nico Hülkenberg, Daniel Ricciardo, Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi.

Q3: Grande batalha pela pole no México: Verstappen sai na frente e Bottas bate

Era chegada a hora da verdade. A Ferrari despontava como favorita, mas Red Bull e Mercedes não poderiam ser descartadas. Dentre os ponteiros, Hamilton e Bottas abriram as primeiras tentativas de volta rápida, com Vettel, Leclerc, Verstappen e Albon mais atrás. Antes, foi Sainz quem ocupou a ponta da tabela com 1min19s493, marca que foi pulverizada pelos que vieram na sequência.

Hamilton chegou a tomar a pole provisória, mas foi logo batido por Vettel. Só que Verstappen apareceu segundos depois para registrar 1min14s910, muito perto do recorde de 1min14s759 — feito por Daniel Ricciardo no ano passado. Leclerc não conseguiu superar Max, mas fez o bastante para deixar Vettel para trás, ficando apenas 0s114 atrás do tempo do holandês.

Nas tentativas finais, ninguém conseguiu melhorar, a não ser Verstappen, que quebrou o recorde da pista por apenas 0s001. Só que Bottas bateu muito forte na saída da curva final e estatelou o carro no muro. Pole para Verstappen em meio ao susto com Bottas nesta tarde no México

Tags: Fórmula1
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2019 © Copyright. Todos os Direitos Reservados