Pernambuco
Publicada em 11 de setembro de 2019 às 21:49:03. Atualizada em 11 de setembro de 2019 às 21:49:03.
Mercadorias avaliadas em mais de R$ 2 milhões são encontradas em 'central de distribuição' de produtos roubados
Segundo a polícia, galpão localizado no Ibura, na Zona Sul do Recife, servia como ponto para ações de 'condomínio logístico' de pessoas que usam produtos roubados para o comércio.
Por: Marcos André | Fonte: G1



Segundo a polícia, galpão descoberto na Zona Sul do Recife era usado como central de distribuição de mercadorias roubadas ou desviadas do destino  — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Segundo a polícia, galpão descoberto na Zona Sul do Recife era usado como central de distribuição de mercadorias roubadas ou desviadas do destino — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um galpão usado como "central de distribuição de mercadorias roubadas ou desviadas do destino" foi descoberto pela Polícia Civil no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife. De acordo com a corporação, ainda não foi possível contabilizar todos os produtos, mas o material está avaliado em mais de R$ 2 milhões.

Segundo o delegado de Roubos e Furtos de Cargas, Edmilson Batista, o espaço servia como ponto para a ações de um grupo organizado envolvido com o comércio de produtos roubados ou extraviados.



"Era um centro de distribuição. Estamos diante de um condomínio logístico de pessoas que usam nos seus comércios produtos ilícitos", declarou o delegado.


Vários tipos de produtos, como ração para animais e alimentos, foram encontrados no galpão descoberto pela polícia, no Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Vários tipos de produtos, como ração para animais e alimentos, foram encontrados no galpão descoberto pela polícia, no Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A descoberta do galpão ocorreu na segunda-feira (9), durante uma investigação de um extravio de uma carga de pilhas avaliada em R$ 500 mil. Os detalhes da ação foram divulgados, nesta quarta-feira (11), durante entrevista coletiva realizada no Recife.

Imagens divulgadas pela polícia mostram uma grande quantidade e variedade de produtos estocados no galpão. Havia fardos de alimentos, produtos e rações para animais, bebidas alcoólicas, além de materiais de limpeza e higiene pessoal.

Além da carga de pilha, a polícia encontrou notas fiscais de um carregamento de biscoitos avaliado em R$ 200 mil. Havia produtos que deveriam ter sido entregues em outros estados e nunca chegaram ao destino final.

“Encontramos no local caminhão que estava sendo carregado, empilhadeiras e três câmeras frias. Isso mostra que o galpão tinha condições de receber qualquer tipo de carga e em grande quantidade. Também mostra a organização dos responsáveis”, afirma o delegado.

Na ação, dois homens responsáveis pela logística foram encontrados no espaço, mas não houve prisões. “Os donos não estavam no galpão, mas já temos a identificação de algumas pessoas, que deverão ser indiciadas”, disse Batista.

Os envolvidos, afirmou o delegado, podem ser enquadrados em vários crimes. Entre eles estão receptação qualificada, apropriação de cargas e até infrações contra a ordem tributária.

"Em alguns casos, motoristas contratados para fazer o transporte podem ter extraviado a mercadoria e levado para o galpão", comentou o delegado.

O mesmo galpão, de acordo com a polícia, já tinha sido alvo de uma operação, em novembro de 2017. Na época, o dono foi preso. Agora, acreditamos que esses dois casos podem ter ligação”, comentou.



Um caminhão foi encontrado no galpão usado como central de distribuição de mercadorias roubadas ou extraviadas, segundo a polícia — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Um caminhão foi encontrado no galpão usado como central de distribuição de mercadorias roubadas ou extraviadas, segundo a polícia — Foto: Polícia Civil/Divulgação


Tags: Cotidiano,Brasil, PortalPE10
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2019 © Copyright. Todos os Direitos Reservados