Polícia
Publicada em 08 de setembro de 2019 às 09:25:47. Atualizada em 08 de setembro de 2019 às 09:25:47.
Homem é preso por importunação sexual durante desfile
Crime é caracterizado pela realização de ato libidinoso na presença de alguém de forma não consensual
Por: Redação PortalPE10 | Fonte: GazetaWeb



Uma jovem denunciou à Polícia Militar que foi vítima de importunação sexual durante o desfile da Independência, no bairro Jaraguá, em Maceió. Equipe da PM fazia ronda, nesse sábado (7), nas imediações do evento quando foi acionada e o suspeito preso em flagrante. 

A vítima, que tem 19 anos, contou aos policiais militares que um homem identificado como Aldo Oliveira Silva, 58 anos, chegou a se masturbar e a apalpou sem sua permissão. Ele foi preso encaminhado à Central de Flagrantes, no Farol, onde foi autuado pelo crime de importunação sexual. 



O caso foi registrado na manhã desse sábado, por trás do palanque oficial do desfile. 

De acordo com a Agência CNJ de Notícias, o crime de importunação sexual, definido pela Lei n. 13. 718/18, é caracterizado pela realização de ato libidinoso na presença de alguém de forma não consensual, com o objetivo de "satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro". 

O caso mais comum é o assédio sofrido por mulheres em meios de transporte coletivo, mas também enquadra ações como beijos forçados e passar a mão no corpo alheio sem permissão. O infrator pode ser punido com prisão de um a cinco anos.

Antes da norma, a conduta era considerada apenas uma contravenção penal, punida com multa, e quando se tratava de estupro, era prisão em flagrante ou preventiva. 

Sancionada em setembro de 2018, a lei passou a garantir proteção à vítima quanto ao seu direito de escolher quando, como e com quem praticar atos de cunho sexual.

Tags: Desfile, Polícia, Importunação Sexual, Brasil
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2019 © Copyright. Todos os Direitos Reservados