Copa América
Publicada em 28 de junho de 2019 às 18:19:24. Atualizada em 28 de junho de 2019 às 18:24:03.
Argentina bate Venezuela e encara o Brasil na semifinal da Copa América
Mesmo sem mostrar um grande futebol, a Argentina se impôs e venceu por 2 a 0 a Venezuela, nesta sexta-feira, no Maracanã, pelas quartas de final da Copa América
Por: Murilo Souza | Fonte: Gazeta Esportiva



Mesmo sem mostrar um grande futebol, a Argentina se impôs e venceu por 2 a 0 a Venezuela, nesta sexta-feira, no Maracanã, pelas quartas de final da Copa América. Com o resultado, os argentinos se classificaram para as semifinais da competição e terão pela frente o Brasil, na terça-feira, no Mineirão.

Os hermanos dominaram o primeiro tempo e marcaram no início com Lautaro Martínez, de letra. Na etapa final, a Venezuela chegou a esboçar uma pressão, mas o gol de Lo Celso, após falha de Fariñez, decretou a classificação da equipe comandada por Lionel Scaloni. Principal astro argentino, Lionel Messi teve atuação apagada no Maracanã.



O jogo – A Argentina começou melhor a partida e criou a primeira boa chance logo aos dois minutos. Lautaro Martínez tocou para Agüero na área e o atacante chutou cruzado para defesa de Fariñez com os pés. Os argentinos seguiram na pressão e tiveram nova oportunidade quatro minutos depois. Após cobrança de escanteio, Lautaro Martínez desviou de cabeça, mas Pezzella dominou mal e mandou nas mãos do goleiro venezuelano.

De tanto insistir, os hermanos chegaram ao gol aos nove minutos. Messi cruzou, Agüero tentou a finalização, mas viu Lautaro Martínez mandar de letra para a rede.

A Argentina não diminuiu o ritmo após o gol e criou nova chance aos dez minutos. Em avanço rápido, Messi recebeu passe na entrada da área, mas chutou em cima da zaga venezuelana.

Aos poucos, a Venezuela conseguiu equilibrar as ações no Maracanã. No entanto, a equipe vinotinto não levava perigo ao gol de Armani. Os argentinos diminuíram o ritmo, mas continuavam tendo o controle da partida. Com isso, o duelo ficou concentrado entre as intermediárias.

Somente aos 36 minutos, os hermanos voltaram a levar perigo. Após cobrança de falta na área, Pezzella cabeceou sobre o travessão. A resposta da Venezuela veio no minuto seguinte. Chancellor aproveitou escanteio e cabeceou próximo ao gol. Mesmo com o susto, a Argentina seguiu mais organizada em campo e foi para o intervalo a frente no placar.

O segundo tempo começou parecido com o primeiro. A Argentina tinha a posse de bola e criou a primeira oportunidade de marcar aos dois minutos. Lautaro Martínez foi lançado, entrou na área e chutou na trave venezuelana.

No entanto, o que se viu depois disso foi a Venezuela buscando o ataque e a Argentina apenas esperando para aproveitar os espaços. Só que a seleção vinotinto seguia tendo problemas para criar boas chances de gol.

Somente aos 25 minutos, os venezuelanos chegaram com perigo. Hernández foi lançado na área e chutou cruzado para grande defesa de Armani. Só que a resposta argentina veio em grande estilo três minutos depois. Agüero chutou da entrada da área, Fariñez deu rebote no pé de Lo Celso, que mandou para a rede.

O revés foi sentido pelos venezuelanos, que demoraram a voltar ao ataque. Somente aos 37 minutos, Rondón cobrou falta com perigo. Em seguida, O mesmo Rondón aproveitou escanteio e cabeceou para grande defesa de Armani.

Nos minutos finais, a Argentina tratou de administrar o resultado. Mesmo assim, os hermanos ainda quase chegaram ao terceiro gol com Di Maria, mas desta vez Fariñez fez a defesa. A Venezuela não teve mais força para pressionar e só esperou o final da partida.

FICHA TÉCNICA

VENEZUELA 0 X 2 ARGENTINA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 28 de junho de 2019 (sexta-feira)

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia)

Assistentes: Wilmar Navarro (Colômbia) e Jhon A. León (Colômbia)

VAR: Andrés Rojas (Colômbia)

Renda: R$ 9.198.480,00

Público: 42.495 pagantes

Cartões amarelos: Rincón, Rondón, Soteldo e Herrera (Venezeula); Lautaro Martínez e Acuña (Argentina)

GOLS: Lautaro Martínez, aos 9min do primeiro tempo; Lo Celso, aos 28min do segundo tempo

VENEZUELA: Fariñez; Rosales (Seijas), Chancellor e Hernández; Moreno, Machís (Josef Martínez), Herrera, Tomás Rincón; Del Pino (Soteldo) e Murillo; Rondón.

Técnico: Rafael Dudamel

ARGENTINA: Armani, Foyth, Pezzella, Otamendi e Tagliafico; Paredes, De Paul e Acuña (Lo Celso); Messi, Agüero (Dybala) e Laurato Martínez (Di Maria)

Técnico: Lionel Scaloni

Tags: Copa, América
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2019 © Copyright. Todos os Direitos Reservados