Golpe
Publicada em 10 de janeiro de 2019 às 09:27:48. Atualizada em 10 de janeiro de 2019 às 09:27:48.
Polícia alerta sobre golpe no WhatsApp que promete materiais escolares
Mensagem que circula pelo WhatsApp é um golpe que oferece produtos da marca Faber-Castell, mas busca furtar dados bancários dos usuários
Por: Redação PortalPE10 - | Fonte: FolhaPE



A internet continua sendo um terreno fértil para uma infinidade de crimes e golpes, que tem como principal fator a falta de conhecimento das pessoas. Muitos desses golpes envolvem nomes de grandes empresas para conquistar os usuários, tendo como plataforma central o WhatsApp. Nesta quarta-feira (9), a Polícia Federal e a Polícia Civil deram alertas para mais um desses crimes, que anuncia uma falsa promoção da Faber-Castell, uma das gigantes mundiais do setor de lápis. Em poucos dias a mensagem viralizou no aplicativo de mensagens e o link malicioso que aparece no texto já foi aberto quase 700 mil vezes no País.

“Não tenha dúvida, se você receber pelas redes sociais alguma mensagem para ganhar prêmios, é golpe. Nunca abra e nem mande para outras pessoas, apague”, adverte com veemência o delegado titular de Crimes Cibernéticos, Eronides Meneses. Ele explica que com a massificação do WhatsApp os grupos criminosos se especializaram em desenvolver fraudes para este tipo de aplicativo, apostando no envio de links falsos e nos compartilhamentos em grupo. “Estas mensagens dizem que se a pessoa compartilhar com dez amigos pode aumentar os prêmios e vantagens. Tudo farsa”, comenta o delegado.



A Superintendência da Polícia Federal em Pernambuco também emitiu alerta sobre o golpe envolvendo a Faber-Castell. Segundo o diretor de comunicação, Giovani Santoro, é fundamental que as pessoas compreendam que muito do que chega a elas pela web não é verdadeiro, mesmo que tenha sido enviado por alguém de confiança. “Não importa quem passou, ao receber uma mensagem com essas características, delete”, destaca.

A reportagem da Folha procurou a assessoria de imprensa da Faber-Castell. A comunicação da empresa explicou que também é vítima do crime. “A companhia esclarece que quando realiza uma promoção a faz por meio de seus canais oficiais como sites e redes sociais”, informa a nota. No topo do site da Faber-Castell há um alerta fixo, acompanhado da nota.


Forma

Você recebe em um de seus grupos (ou em vários deles) uma mensagem dizendo que há uma promoção imperdível, ofertando dinheiro, prêmios ou descontos incríveis. Ou ainda alguma com frases como “Clique aqui e veja isso agora!”. Bate a curiosidade e você entra no link, que leva a uma página na internet. Nesta página, você é convidado a preencher um cadastro ou responder perguntas pessoais e acaba informando seus dados. Está feito: o programa espião já tem o que precisa para se instalar em seu aparelho, indo em busca de suas senhas e informações privadas.

“Uma dica fundamental é observar a URL (endereço) que aparece na página. Veja se confere com a empresa e se termina em .com ou .com.br. Se isso não acontecer, desconfie ainda mais”, explica Eronides. Giovani Santoro faz outra advertência: observar se há a figura de um cadeado no canto esquerdo superior da página, antes do endereço que está sendo visitado. "O cadeado garante que você está num site certificado, em que há criptografia assegurando a proteção dos dados”, destaca o policial federal. Santoro lembra que há muitas ocorrências parecidas no rol de crimes cibernéticos. 

“Vão de e-mails chamando para recadastramentos bancários a exploradores que seduzem mulheres, especialmente, pelas redes sociais para depois extorquir”, relata.

Tags: Golpe, Internet, Whatsapp
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2019 © Copyright. Todos os Direitos Reservados