Política
Em Pernambuco PDT segue indefinido sobre apoio a candidatura de Armando Monteiro
José Queiroz Prefeito de Caruaru tive uma conversa reservada com Lupi no final da convenção nacional.
Publicada em 11 de junho de 2014 às 07:40:07.
Por: Marcos Phelipe

 Dilma Rousseff durante encontro em abril com o presidente do PDT, Carlos Lupi, o ministro do Trabalho, Manoel Dias, e outras lideranças do partido (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

O PDT segue com o apoio indefinido em Pernambuco. Nessa terça (10), o partido realizou a sua convenção nacional, onde foi declarado a aliança com o PT em prol da reeleição da presidente Dilma Rousseff, presente na convenção. O presidente da legenda, Carlos Lupi, leu o artigo 8 do estatuto do PDT, que afirma que a coligação nacional deve ser seguida em todos os Estados.

“A estrutura é nacional e temos que ter uma postura nacional, se não vira uma casa da mãe Joana, cada um acha que é seu e a gente não consegue fazer um partido”, disse Lupi. 



O pedetista acrescentou que os diretórios estaduais terão que encaminhar à Executiva nacional do partido um documento oficializando o candidato que pretendem apoiar nos Estados. “Tem que solicitar a autorização nacional para ver se está concordando com os princípios, a coerência e a lealdade partidária”, completou Lupi.

É nesse trecho da fala de Lupi que o senador Armando Monteiro (PTB) vai se apegar para garantir a legenda do seu lado, mesmo com boa parte do partido já tendo anunciado apoio a Paulo Câmara (PSB). Nesta quarta (11), Armando e Lupi têm reunião marcada em Brasília.

De Pernambuco, participaram o presidente estadual, o prefeito de Caruaru José Queiroz, os deputados federais Wolney Queiroz e Paulo Rubem e o presidente da Assembleia Legislativa Guilherme Uchoa. Wolney, integrante da ala que defende a aliança com o socialista, afirmou que ainda não há uma decisão tomada sobre Pernambuco. “Nossa convenção será dia 26. Antes, vamos conversar novamente com Lupi”, disse o parlamentar. Ele e José Queiroz tiveram uma conversa reservada com Lupi no final da convenção nacional.

Já Paulo Rubem, aliado de Armando, trata a aliança como certa. “Esperamos resolver até sexta, com a presença de Lula e Dilma em Pernambuco. Vamos fazer a comunicação da aliança com um ato político, é um processo que estará revestido com festividade”, afirmou. 

Ainda segundo Paulo Rubem, a direção nacional do PDT deverá emitir um comunicado oficial anunciando o apoio. “A oposição do partido está vendida nesse processo. Não há outro palanque para subir em Pernambuco”, completou.


Whatsapp PortalPE10 9 9974-3875 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você
Tags: Politica,Eleições 2014,
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2020 © Copyright. Todos os Direitos Reservados