Política
Publicada em 25 de março de 2017 às 13:30:54. Atualizada em 25 de março de 2017 às 15:54:52.
Pagamentos eram feitos até em 'cabaré', afirma delator
Pagamentos eram feitos até em 'cabaré', afirma delator
Por: André Mendes | PortalPE10 - | Fonte: Folha de S. Paulo


Ao passo que as investigações da Polícia Federal avançam, com capítulos sendo escritos, editados e reeditados, nos surpreendemos como o sistema político e eleitoral de nosso país é vulnerável à corrupção. Até os clássicos modos de se corromper estão sendo adotados. É o caso de Hilberto Mascarenhas, que depôs à Justiça Eleitoral, dizendo como eram feitos os pagamentos em propina da Odebrecht.

A investigação é do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que analisa se a chapa Dilma-Temer pode ser cassada. Questionado pelo juiz auxiliar do caso aonde foram feitos pagamentos, Mascarenhas disse que as negociações intermediadas pelo casal João Santana e Mônica Moura, em lugares nada convencionais.



"Se fossem valores pequenos encontravam num bar, em todos os lugares. Você não tem ideia dos lugares mais absurdos que se encontra, num cabaré...", disse Mascarenhas.

Para repassar os montantes maiores, Hilberto esclarece que Mônica ou um representante dela se hospedava em um hotel onde se encontravam com um intermediário contratado pela Odebrecht que fazia a entrega, mas que não era ligado diretamente à empresa.

"Então, você se hospedava no hotel e de noite ele visitava o quarto do interessado, entregava e ia embora, para poder ter mais segurança se fossem valores maiores", contou.

Relatou ainda que, quando era o principal responsável pelo departamento de operações estruturadas, a área do grupo que realizava o pagamento de propinas e caixa dois, preferia pagar tudo fora do Brasil.

"Eu dizia: eu prefiro pagar tudo no exterior, que era lá que era feita a geração, eu preferia pagar no exterior. Mas ela [Mônica Moura] exigia que partes fossem pagas no Brasil, justificando que tinha que pagar alguns serviços que eram feitos no Brasil..."

Hilberto relatou ainda que Mônica estaria na lista dos "top five" que recebiam os valores mais elevados de propina da área.

Tags: PortalPE10, Política, Notícias, Brasil, Dilma, Temer, Eleições 2014, Odebrecth
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.
2019 © Copyright. Todos os Direitos Reservados