Entretenimento

Vitor Belfort cai em pegadinha ao compartilhar fake news sobre eleição

Em | Da Redação

Atualizado em

Vitor Belfort cai em pegadinha ao compartilhar fake news sobre eleição

O ex-campeão do UFC, Vitor Belfort, caiu em uma pegadinha ao compartilhar em suas redes sociais uma fake news sobre o resultado das eleições presidenciais. Apoiador de Jair Bolsonaro, Belfort publicou uma notícia falsa de que um suposto general das Forças Armadas, chamado de Benjamin Arrola, teria dado 24 hora ao Tribunal Superior Eleitoral para dar explicações sobre o que ocorreu, sem explicar o que estaria errado.

Ainda de acordo com a mensagem compartilhada pelo lutador, as Forças Armadas estariam prontas para uma tomada de poder caso as explicações sobre o ocorrido não fossem apresentadas.

Vitor ainda criou uma enquete para saber se seus seguidores achavam que tinha ocorrido alguma ação ilegal no resultado das urnas.

“O General Benjamin Arrola das Forças Armadas declarou que o exército deu 24 horas para que o TSE explique o que houve nas urnas no domingo. Segundo ele, as forças armadas já estão apostos para a tomada do poder caso não haja nenhuma explicação coerente”, diz a notícia falsa.

O nome do general, no entanto, é uma pegadinha feita constantemente por internautas para que as pessoas que leem em voz alta cometam uma gafe.

Belfort fez campanha para Bolsonaro durante toda a eleição.

Depois de se aposentar do MMA em 2018, Vitor Belfort migrou para o boxe. O lutador de 45 anos estreou nocauteando o veterano Evander Holyfield, de 60 anos, e tem luta marcada para o dia 19 de novembro contra Hasim Rahman Jr.

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads