Brasil

VÍDEO: Jovem que assassinou mulher e enterrou no quintal debocha do crime: “Matei por diversão”

Leonardo Silva, de 18 anos, confessou o crime e zombrou da situação. O rapaz morava nos fundos da casa da vítima e foi preso em MG

Em | Da Redação

Atualizado em

VÍDEO: Jovem que assassinou mulher e enterrou no quintal debocha do crime: “Matei por diversão”
Leonardo Silva, de 18 anos, confessou o crime e zombrou da situação. O rapaz morava nos fundos da casa da vítima e foi preso em MG

Leonardo Silva, de 18 anos, preso nesta quinta-feira (03) suspeito de matar e enterrar a mãe afetiva Nilza Costa Pingoud, de 62 anos, no quintal da própria residência em Barretos (SP), falou que cometeu o crime “por diversão” e que não se “arrepende, nem um pouquinho”. A ação do jovem chamou atenção nas redes com tamanha barbárie cometida contra a mulher.

“Matei gente (…) por diversão também (…) estava [com raiva], por muitas coisas, gente. Minha vida é uma série”, disse Leonardo no momento em que foi preso.

Questionado pela imprensa se haveria arrependimento dele com o crime, Leonardo negou. O suspeito ainda afirmou que matou Nilza para roubar dinheiro dela, o qual ainda foi gasto após o crime, segundo conta o assassino. Ele ainda explica que não sentia nada pela vítima, já que Nilza teria o acolhido enquanto era criança.

“Eu vou matar e me arrepender para que? Então não vale a pena matar. Que bandido é este que vai matar e vai se arrepender? Fiz compras, valeu a pena, não sinto nada por ela”, completa o jovem, que está preso temporariamente na Cadeia Pública de Colina (SP).

O CASO

No dia 1º de agosto, Nilza Costa Pingoud foi encontrada morta e enterrada no jardim do quintal da própria residência no bairro Los Angeles, em Barretos (SP). A polícia adentrou a casa com a ajuda de uma vizinha que tinha a chave e estranhou a terra mexida no local. A vítima estava desaparecida há uma semana, segundo moradores.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi identificado graças às imagens de câmeras de segurança da casa. No dia em questão, além da morte, o suspeito ainda subtraiu o celular da vítima e realizou movimentações nas contas bancárias dela. Segundo o delegado Rafael Faria Domingos, Leonardo morava nos fundos da casa de Nilza.

 

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads