Cidades Pernambuco

Três estão em estado grave, após deslizamento de barreira em Tamandaré

Em | Da Redação

Atualizado em

Três estão em estado grave, após deslizamento de barreira em Tamandaré
Localidade conhecida como Suvaco da cobra Oitizeiro em Tamandaré, na Mata Sul.

Localidade conhecida como Suvaco da cobra Oitizeiro em Tamandaré, na Mata Sul.

Uma barreira deslizou e atingiu, ao menos, duas casas na comunidade do Oitizeiro, em Tamandaré, no Litoral Sul de Pernambuco, na manhã desta terça-feira (7), por volta das 7h, quando chovia bastante no local (veja vídeo acima). Segundo moradores, ao menos seis pessoas ficaram feridas, incluindo menores de idade. No Recife, um adolescente morreu após ser soterrado em outro deslizamento.

No deslizamento em Tamandaré, as vítimas foram um casal e os quatro filhos, de acordo com testemunhas. Quando a barreira deslizou, as seis vítimas ficaram soterradas e foram retiradas dos escombros por moradores da região.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu os feridos. A empregada doméstica Miriam Santos, que mora perto da barreira que deslizou em Tamandaré, participou do resgate às vítimas.am.

As vítimas foram levadas, inicialmente, para o Hospital José Múcio Monteiro, em Tamandaré. Segundo a Secretaria de Saúde do município, três vítimas tiveram fraturas expostas e estão em estado grave, mas conscientes e orientadas. Elas serão transferidas para unidades de saúde no Recife.

Informações sobre o estado de saúde dos outros três pacientes não foram divulgadas até a última atualização desta reportagem.

Tamandaré foi o local em que mais choveu nesta terça-feira (7). Até as 9h30, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) havia registrado mais de 120 milímetros de chuva na cidade.

Tragédia

Deslizamentos de barreiras e alagamentos provocados pelas fortes chuvas que atingiram o Grande Recife, a Zona da Mata e o Agreste de Pernambuco no final de maio já tinham provocado 128 mortes, o que faz desse desastre o segundo maior ocorrido no estado. Além dos óbitos, a tragédia deixou 61.596 desalojados e 9.631 desabrigados.

O desastre deixou 37 cidades pernambucanas em situação de emergência. Ao todo, 54 municípios foram atingidos pelas chuvas. O balanço foi divulgado, no domingo (5), pela Coordenadoria de Defesa Civil do estado (Codecipe).

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads