Empregos

Trabalhadores demitidos do Twitter são forçados a desistir de ação coletiva de indenização

Em | Da Redação

Atualizado em

Trabalhadores demitidos do Twitter são forçados a desistir de ação coletiva de indenização
(Foto: Patrick Pleul/Pool/Reuters)

O Twitter ganhou uma decisão na Justiça que força um grupo de trabalhadores demitidos da empresa a buscar suas reivindicações referentes aos pacotes de indenização em arbitragem individual, em vez de por meio de uma ação coletiva.

Centenas de trabalhadores que foram demitidos por Elon Musk depois que ele comprou a empresa de mídia social em outubro já entraram com ações de arbitragem.

Um juiz federal de San Francisco decidiu na sexta-feira que cinco trabalhadores que processaram a empresa no início de novembro são obrigados sob seus contratos a passar por arbitragem, na qual juízes particulares resolvem disputas em audiências a portas fechadas.

O juiz distrital dos EUA, James Donato, disse que decidirá posteriormente como lidar com as reclamações dos trabalhadores que optaram por não participar do acordo de arbitragem.

Uma advogada que informou ter entrado com 500 reclamações desse tipo em nome dos trabalhadores disse que o processo pode ser caro para o Twitter, que ela acusou de enganar os funcionários nas demissões.

*As informações são da Agência O Globo.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads