Logo Folha de São Paulo
Esportes

Torcedores que atacaram Vinicius Jr. com cantos racistas são condenados a oito meses de prisão

Torcedores do Valencia são condenados à prisão por insultos racistas contra Vini Jr

Em | Da Redação com informações de Folha de São Paulo

Atualizado em

Torcedores que atacaram Vinicius Jr. com cantos racistas são condenados a oito meses de prisão
Vini Jr fez dois gols no empate entre Real Madrid e Valencia — Foto: Jose Jordan / AFP

A Justiça da Espanha condenou a oito meses de prisão três torcedores do Valência acusados de proferirem insultos racistas contra o brasileiro Vinicius Jr,, durante partida do campeonato espanhol, em maio do ano passado. O trio também ficou proibido de ir a estádios durante dois anos.

Os três foram considerados culpados na acusação de delito contra a integridade moral, com agravante de discriminação por motivos racistas.

Segundo a LaLiga, responsável pelo campeonato espanhol, esta é a primeira sentença condenatória deste tipo na Espanha como consequência da denúncia feita pela própria liga.

“Esta sentença é uma grande notícia para a luta contra o racismo na Espanha, já que repara o dano sofrido por Vinicius Jr. e lança uma mensagem clara às pessoas que vão a um estádio de futebol para insultar: de que a La Liga os detectará, denunciará e haverá consequências penais para eles”, afirmou o presidente da entidade, Javier Tebas.

Segundo o Real Madrid, o trio escreveu uma carta pedindo desculpas ao atacante brasileiro. “Os três acusados assumiram a sua responsabilidade criminal e tornaram pública uma carta de desculpas dirigida ao nosso jogador Vinicius Junior, ao Real Madrid e às pessoas que se sentiram ofendidas e ofendidas”, informou o clube em nota.

“Entendo que possa haver certa frustração pelo tempo que essas sentenças levam para serem proferidas, mas isso demonstra que a Espanha é um país garantista a nível judicial”, acrescentou o presidente da LaLiga.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads