Brasil

Tatuador responderá por homicídio após morte de cliente

Em | Da Redação

Atualizado em

Tatuador responderá por homicídio após morte de cliente
David Luiz tinha 33 anos. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu — Foto: Reprodução

A morte de David Luiz Porto Santos, 33 anos, é investigada pela Polícia Civil de Curitiba. O homem morreu após fazer uma tatuagem no braço. Segundo o laudo do Instituto Médico-Legal (IML), a morte ocorreu por alergia ao anestésico usado pelo tatuador José Manoel Vieira de Almeida, que é investigado.

David morreu após fazer tatuagem e passar anestésico. A situação aconteceu no dia 27 de agosto de 2021. O delegado Wallace de Oliveira Brito, responsável pela investigação, contou que David já estava no final da tatuagem, quando começou a passar mal.

Homem morre logo após fazer tatuagem; laudo sugere intoxicação

“Ele foi fazer uma tatuagem, estava correndo tudo bem até já no final do procedimento, quando o tatuador aplicou um anestésico, chamado lidocaína, no braço do cliente que, imediatamente, começou a se sentir mal com batimentos cardíacos acelerados. Ele praticamente morreu no local”

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads