Brasil Política

Tarcísio ora de joelhos em evento conservador e diz que esquerda nega Cristo

Em | Da Redação

Atualizado em

Tarcísio ora de joelhos em evento conservador e diz que esquerda nega Cristo
Fábio Zanini/Folhapress

Fábio Zanini/Folhapress

Pré-candidato ao governo de São Paulo, o ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) foi a principal estrela da Cpac Brasil, evento conservador realizado no sábado (11) em Campinas.

Em sua fala, defendeu a atuação do governo de Jair Bolsonaro (PL) na economia e no combate à pandemia e fez duras críticas à esquerda, que poderia levar a situação do Brasil à mesma vivida por Argentina e Venezuela.

“Nós não podemos permitir a volta da esquerda, o discurso da esquerda, por sinal um discurso horroroso, um discurso de negação da família. Quem nega a família nega Cristo”, disse.

Ele foi especialmente aplaudido quando pediu à plateia que defenda as realizações do presidente Jair Bolsonaro (PL) e ajude o governo federal a divulgá-las. Mencionou entre os principais feitos da atual gestão a privatização da Eletrobras.

Sobre a Covid, disse que foi a maior crise que a atual geração já enfrentou, mas que o desempenho de Bolsonaro foi fundamental para mitigar seus efeitos. “O que pouca gente sabe é que se não fosse o suporte do governo federal a estados e municípios, muitos nao pagariam salário”, declarou.

Segundo ele, “o governo acertou muito”. “Salvou empregos, salvou pessoas por meio do Auxílio Emergencial, que depois virou o Auxílio Brasil”.

No final, Tarcísio ajoelhou-se no palco para receber uma oração especial feita pelo ex-senador Magno Malta (PL-ES), que é pastor evangélico.

Da redação do PortalPE10, as informações são da Folha de São Paulo

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads