Brasil

Renato Cariani usou dados de crianças para comprar hormônios, diz PF

Renato Cariani é apontado pela Polícia Federal por lavagem de dinheiro e uso de dados de crianças para compra de hormônios de crescimento

Em | Da Redação

Atualizado em

Renato Cariani usou dados de crianças para comprar hormônios, diz PF
Influencer fitness Renato Cariani — Foto: Reprodução/Instagram/@renato_carian

Renato Cariani foi apontado nas investigações da Polícia Federal (PF) por usar dados privados de crianças para comprar hormônios de crescimento com desconto. Além disso, o empresário é indiciado pela PF em um escândalo de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas. 

Nos materiais recolhidos e analisados na operação, a perícia encontrou mensagens trocadas entre Cariani e uma amiga em julho de 2017. Na conversa, ele chega a questionar se essa suposta amiga conseguiria os nomes de duas crianças, e de seus pais, para realizar uma compra on-line. A interlocutora, por sua vez, diz que “sim”.

De acordo com as investigações da PF, Renato Cariani realizava as compras no nome de outras pessoas para obter descontos em sites de farmacêuticas. Ele conseguia, portanto, os dados para cadastrar na plataforma e receber um voucher.

A princípio, a PF passou a investigar o influenciador “fitness” após receber denúncias que o tornaram réu por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Portanto, o material analisado na perícia indica o uso indevido das informações de crianças para a compra dos produtos. No entanto, o Ministério Público de São Paulo ainda não formalizou um inquérito sobre o delito.

A acusação principal contra o empresário consiste na compra de químicos, sob a alegação de consumo e comercialização, para a produção de drogas ilícitas. A PF encontrou, no subsolo de sua residência, um laboratório clandestino, que servia para a fabricação de drogas.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads