Brasil

Quem é a médica de 28 anos encontrada morta dentro de mala em apartamento

Thallita da Cruz Fernandes se mudou para São José do Rio Preto (SP) para estudar medicina, em 2016; corpo de vítima foi encontrado na mala nesta sexta-feira (18).

Em | Da Redação

Atualizado em

Quem é a médica de 28 anos encontrada morta dentro de mala em apartamento
Thallita da Cruz Fernandes, encontrada morta dentro de uma mala em Rio Preto (SP), é médica formada desde 2021 — Foto: Arquivo pessoal

A médica de 28 anos encontrada morta dentro de uma mala em um apartamento em São José do Rio Preto (SP) trabalhava como plantonista em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em Bady Bassitt (SP). O crime foi descoberto pela polícia no fim da tarde desta sexta-feira (18).

Thallita da Cruz Fernandes é natural de Guaratinguetá, mas se mudou para Rio Preto para estudar medicina na Faculdade de Medicina de Rio Preto (Famerp) em 2016, onde se formou em 2021. A médica faria 29 anos no dia 21 de outubro.

Segundo o boletim de ocorrência, foi a mãe de Thallita, que mora em Guaratinguetá, quem notou o desaparecimento da filha e pediu para que uma amiga da vítima fosse até o prédio, onde ela morava em Rio Preto.

Ainda de acordo com o BO, o apartamento de Thallita, localizado no 3º andar, estava trancado. Por isso, essa amiga acionou a polícia, com a ajuda do porteiro. O corpo de Thallita foi encontrado nu, na lavanderia do apartamento, dentro da mala.

A polícia informou que o namorado de Thallita, com quem ela tinha um relacionamento há três anos, foi o último a entrar e deixar o apartamento. Ele é apontado como o principal suspeito do crime.

O corpo de Thallita passou por perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Rio Preto. A vítima estava com muitos ferimentos no rosto provocados por faca.

Em nota, a Famerp lamentou a morte da aluna: “Com pesar, a Diretoria da Famerp lamenta profundamente o falecimento trágico da aluna da turma 49, Thallita Fernandes. Sua partida prematura nos entristece. Nossos sentimentos aos familiares e amigos e colegas neste momento de tristeza e consternação.”

Também em nota, a Fundação Faculdade Regional de Medicina de São José do Rio Preto (Funfarme) desejou condolências aos familiares e amigos.

“Em nome de todos seus diretores, corpo clínico e colaboradores, o Complexo Funfarme manifesta profundo pesar pela morte da médica Thallita da Cruz Fernandes. Formada em 2021 pela Famerp, Thallita atuou para melhor atendimento de centenas de pacientes. A Funfarme manifesta suas condolências à amigos e familiares”, diz a nota.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads