Brasil

Prova de vida do INSS passa a ser automática; entenda como funciona

Em | Da Redação

Atualizado em

Prova de vida do INSS passa a ser automática; entenda como funciona

O Ministério da Previdência Social afirmou na última quarta-feira (11) que está atuando nos últimos detalhes para transformar a prova de vida do  INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em automática. Segundo planos da pasta, a comprovação será feita baseada por cruzamento de dados.

Segundo o novo modelo, os aposentados e pensionistas não irão precisar sair de casa para realizar a prova de vida. A opção, no entanto, ainda estará disponível para aqueles que preferirem a prova de forma presencial, ou pelo aplicativo Meu INSS.

Por enquanto, segundo o governo federal, não haverá bloqueio de benefícios por falta de prova de vida.

O novo modelo deve cruzar informações como emissão de passaporte ou renovação de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nos últimos dez meses para comprovar que o indivíduo está vivo. Outras movimentações como contratação de empréstimo consignado, emissão de segunda via da carteira de identidade, comprovação de votação e registros de vacinação ou consultas médicas também devem ser utilizados de prova de vida do segurado.

Caso não haja nenhuma movimentação nos últimos dez meses, será necessário a prova de vida presencial. No entanto, o instituto afirma que o INSS deve procurar estes indivíduos, e irá buscar maneiras com que a prova de vida possa ser feita dentro de casa.

Anteriormente, a prova de vida era realizada no mês de aniversário do segurado, e podia ser feita pela biometria no caixa eletrônico do banco ou com o atendimento de funcionários da instituição financeira. A opção ainda está disponível para os aposentados e pensionistas do INSS .

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads