Logo G1
Brasil

Primas de 8 anos morreram eletrocutadas após queda de fiação de poste sobre cerca

Maria Keyla e Antônia Vitória brincavam em casinha improvisada no quintal a cerca de 100 metros de poste. Equatorial diz que ventania provocou rompimento de cabo.

Em | Da Redação com informações de G1

Atualizado em

Primas de 8 anos morreram eletrocutadas após queda de fiação de poste sobre cerca
Maria Keyla e Antônia Vitória brincavam em casinha improvisada no quintal a cerca de 100 metros de poste. Equatorial diz que ventania provocou rompimento de cabo.
As duas meninas de 8 anos que morreram eletrocutadas em Craíbas, no interior de Alagoas, brincavam em uma casinha improvisada por elas no quintal de casa quando sofreram a descarga elétrica ao encostarem em uma cerca de arame farpado. Ninguém da família sabia que o vento forte da última sexta-feira (9) tinha derrubado a fiação de um poste de energia sobre a cerca.
 
Maria Keyla Barbosa da Silva e Antônia Vitória da Silva Lúcio eram primas. O pai de Maria Keyla encontrou as duas meninas desacordadas, mas imaginou que elas estivessem brincando. Ao tocá-las, José Barbosa percebeu que não se tratava de uma brincadeira.

Maria Keyla e Antônia Vitória brincavam em casinha improvisada no quintal a cerca de 100 metros de poste. Equatorial diz que ventania provocou rompimento de cabo.

 
“Estavam as duas sentadinhas. Meu sobrinho chegou e disse ‘olha, tio, elas estão se fingindo de mortas’. Eu disse ‘ô minha fia, que brincadeira é essa doida? e ela não me respondeu. Eu falei duas vezes ‘fia, pare dessa brincadeira. Quando eu peguei na mãozinha da Maria Keyla a energia me puxou e me sacudiu de vez. Falei ‘Valei-me minha Nossa Senhora, minha filha está morrendo eletrocutada'”, contou José Barbosa.
Por meio de nota, a Equatorial Alagoas disse que uma forte ventania provocou o rompimento de um cabo de energia e lamentou a morte das crianças
 
As meninas foram socorridas pela família e chegaram com vida a um hospital, mas não resistiram.
 
“Disseram lá que o choque foi muito grande. O coração não resistiu, não”, disse o pai de Antônio Vitória, José Roberto Ferreira.
 
O poste de energia fica a aproximadamente 100 metros do local onde as crianças foram encontradas descordas. A família afirmou que a fiação era antiga e só foi trocada pela Equatorial Alagoas depois da tragédia.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads